Banca de DEFESA: MAYARA POLYANA DANTAS FELIPE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAYARA POLYANA DANTAS FELIPE
DATA: 25/07/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de Aula 3F1
TÍTULO:

Análise das dificuldades de aprendizagem encontradas nas avaliações dos alunos do curso de Química - EAD - UFRN, na disciplina arquitetura atômica e molecular - 2012.1.


PALAVRAS-CHAVES:

“ensino de química”; “dificuldade de aprendizagem”; “estratégias metodológicas”; “estrutura atômica”; “arquitetura atômica e molecular”


PÁGINAS: 126
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

O campo de pesquisa na educação é muito rico e nos possibilita a pesquisa em vários aspectos. A área de ensino de química vem crescendo cada vez mais, e por muito tempo vem se estudando sobre a dificuldade de aprendizagem dos alunos. A abordagem do tema estrutura atômica é desenvolvida no Ensino Médio e apresenta muitos problemas que, muitas vezes, são trazidos para a graduação se tornando um obstáculo para o avanço do aprendizado. É necessário que esse tema inicial – o átomo – seja bem compreendido pelo aluno para que todo o resto do conteúdo seja entendido com mais facilidade. Este trabalho tem como objetivo geral, analisar as dificuldades de aprendizagem apresentadas nas avaliações da disciplina Arquitetura Atômica e Molecular, dos alunos do curso de graduação em Química – EAD, com relação ao conteúdo de “Estrutura Atômica”. Como instrumentos foram utilizadas as avaliações realizadas pelos alunos e o Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) com toda atividade realizada, discussão no fórum e acesso aos materiais. O AVA permite a obtenção de relatórios os quais foram utilizados para analisar quanto ao acesso/participação para avaliar sua contribuição na aprendizagem e a relação dessas estratégias com o resultado final (aprovado/reprovado). Por meio das análises, foi possível observar que os erros mais frequentes nas avaliações estão relacionados à parte inicial da química que é a compreensão do átomo e, que os alunos que, em conjunto com o estudo individual, acessaram o material extra e participaram das atividades e fóruns, foram os alunos que obtiveram aprovação na disciplina. Ou seja, as dificuldades iam surgindo e ao utilizar as estratégias de ensino disponibilizadas, os alunos conseguiam minimizar tais dificuldades, fazendo com que o seu desempenho nas atividades e avaliações fossem melhor. Também foi observado, através da frequência ao AVA, que a disciplina começou com uma grande evasão desde o acesso á página como também á ida aos pólos para a realização das avaliações.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1530500 - ANA CRISTINA FACUNDO DE BRITO PONTES
Externo ao Programa - 2525587 - CARLOS NECO DA SILVA JUNIOR
Externo à Instituição - JOANA D ARC GOMES FERNANDES - NENHUMA
Interno - 345799 - OTOM ANSELMO DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 10/07/2013 16:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao