PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELIAS JANUARIO DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELIAS JANUARIO DE LIMA
DATA: 28/12/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aula 3F1
TÍTULO:

Obtenção e Caracterização Físico-Química de Blendas Poliméricas composta por POE/PMMA dopadas com TiO2.


PALAVRAS-CHAVES:

Blendas poliméricas; Impedância eletroquímica; Miscibilidade


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Eletroquímica
RESUMO:

O estudo de blendas poliméricas tem sido um método alternativo no campo de pesquisa de novos materiais para obtenção de materiais com melhores propriedades. Neste trabalho blendas de PMMA e POE dopadas com TiO2 foram estudadas. O POE é um polímero de estrutura semicristalina, isto é, 70 e 84% de cristalinidade, enquanto o PMMA apresenta comportamento amorfo em sua estrutura. O uso do TiO2 esta relacionado à alta resistência do titânio, assim como, a boa transferência de calor, além de outras características. O estudo destas blendas poliméricas dopadas TiO2 proporciona a junção das propriedades orgânica (polímeros) e inorgânica (óxido), o que leva a modificação das propriedades finais do material resultante. As blendas foram dopadas com TiO2 (POE/PMMA/TiO2) em diferentes proporções do POE e PMMA com o TiO2 fixo. As razões entre elas foram: 90/10/0,1; 85/15/0,1; 80/20/0,1; 75/25/0,1 e 70/30/0,1. O material resultante obtido foi em forma de pó e caracterizado por Infravermelho (IV), Microscopia de Varredura Eletrônica (MEV), Difração de Raios X (DRX) e Espectroscopia de Impedância Eletroquímica (EIE). Os dados obtidos através da caracterização por IV para o POE puro e para as blendas em diferentes proporções, o espectro de POE puro apresentou ausência da banda na região de 1744 cm-1, região característica do estiramento C=O. Enquanto, para os espectros das blendas esta banda aparece nesta região com variação em sua intensidade em função da composição das blendas. Isto pode indicar que está ocorrendo à interação entre os polímeros. Nas micrografias das morfologias das blendas foi observada mudança em suas superfícies com a variação da composição das blendas o que, consequentemente, leva a mudança nas propriedades elétricas do material. Estes dados são coerentes com os dados de DRX que mostram que com a variação na composição da blenda do POE e PMMA simultaneamente, aumentando a proporção de PMMA, a cristalinidade do material vai diminuindo. Os dados de EIE mostraram que o material apresentou condutividade na ordem de 10-6 S.cm-1. A blenda na proporção: 85/15/0,1 apresentou melhor condutividade, σ = 1,5642 x 10-6 S.cm-1. Observa-se um comportamento não linear da condutividade em função da proporção da blenda. Isto pode ser atribuído aos movimentos segmentares das cadeias de POE confinada.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1199268 - JAILSON VIEIRA DE MELO
Presidente - 1149539 - MARIA GORETTE CAVALCANTE
Interno - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Notícia cadastrada em: 18/12/2012 09:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao