PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSE EVES MENDES DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE EVES MENDES DA SILVA
DATA: 03/09/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aula do Laboratório de Química I
TÍTULO:

Síntese, caracterização de  ferritas  espinélios  com  propriedades  magnéticas e absorvedoras de microondas.


PALAVRAS-CHAVES:

Ferritas espinélios, Citrato precursor e Absorção de microondas.


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Físico Química Inorgânica
RESUMO:

Foram sintetizadas ferritas espinélios com fórmula geral Ni0,8Mg0,2-xMxFe2O4, M representa os dopantes Mn, Co ou Mn e Co simultaneamente, para x = 0,05 e 0,1. O valor de x foi dividido por dois nos casos de M= Mn + Co. Foi utilizado o método dos citratos precursores e tratamento térmico a 1100°C na obtenção das fases. Os materiais foram caracterizados por DRX com refinamento Rietveld, MEV, magnetometria de amostra vibrante e medidas de refletividade pelo método de guia de ondas. Os difratogramas de raios x representam o ajuste da técnica pela análise Rietveld. Os refinamentos das amostras foram calculados até o valor de S (índice de qualidade do refinamento) convergir para próximo de 1. Houve concordância entre o padrão calculado e o experimental em todos os espectros de raios x. Obteve-se tamanhos de cristalitos nanométricos para as fases a 350°C, nesta temperatura o Mn inibe a cristalinidade do material, este efeito foi confirmado por análises termogravimétricas. A adição de cobalto segue o efeito do raio atômico menor relativo ao manganês que quando posicionado em sítios octaédricos causa a retração do volume da cela unitária. É visível o efeito de retração volumétrica nas duas famílias (I e II) de amostras calcinadas a 1100°C. Portanto, os pós a 1100°C/3h em atmosfera ambiente indicam características 100% de fase ferrimagnética. As características morfológicas do(s) pó(s) definem o efeito de magnetização de cada sistema. A magnetização obteve 45,90 Am2/Kg na adição de 0,05 de Mn e 53,20 Am2/Kg quando se adicionou simultaneamente Mn e Co na concentração de 0,1. No entanto, com a observação do efeito magnético total maior no caso do sistema com Mn e Co 0,1 indica uma quantidade muito maior na concentração de domínios nesse material. A amostra b’ dopada com a máxima concentração de Co apresentou alto campo coercitivo, esta propriedade torna o material interessante para prováveis aplicações tecnológicas. Os resultados do magnéton de Bohr (µB) teórico foram concordantes com a maior magnetização experimental. Na análise de refletividade do pó dessa amostra houve aumento da faixa de freqüência e da absorção, os valores foram 10,3 GHz e 84% respectivamente. A espessura dos compósitos tem fator preponderante nos resultados de absorção. Observa-se maiores atenuações da refletividade para compósitos de espessuras de 4 e 5 mm.   

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 350830 - JOSE HUMBERTO DE ARAUJO
Externo à Instituição - REGIA CHACON PESSOA - UERR
Presidente - 1217152 - RICARDO SILVEIRA NASAR
Externo à Instituição - ULISANDRA RIBEIRO DE LIMA - UFRN
Notícia cadastrada em: 17/08/2012 15:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao