Banca de QUALIFICAÇÃO: CIRO JOSE FERREIRA RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CIRO JOSE FERREIRA RODRIGUES
DATA: 09/08/2012
HORA: 08:40
LOCAL: Sala de Reunião do LCP/NU-PER
TÍTULO:

Estudo da eficácia do tensoativo sorbitano Tween 80 veiculado em nanoemulsão contendo óleo de soja, como inibidor de corrosão.


PALAVRAS-CHAVES:

Nanoemulsão, Tween 80, óleo de soja, corrosão, Espectroscopia de Impedância, Análise de Componentes Principais.


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Eletroquímica
RESUMO:

Atualmente, a utilização de produtos químicos que atendam satisfatoriamente, as necessidades de diferentes setores da indústria química, encontra-se vinculada ao consumo de materiais biodegradáveis. Neste contexto, o presente trabalho foi desenvolvido contemplando aspectos biotecnológicos com o objetivo de se desenvolver um inibidor de corrosão menos agressivo ao meio ambiente. Para tanto, sistemas nanoparticulados  (NE) foram preparados com variações de percentuais do tensoativo sortitano Tween 80 (polioxietileno (20) monooleato). Os sistemas NE foram analisados em diagramas de fase em que se manteve constante o percentual da fase óleo (óleo de soja comercial). Desta forma, cinco sistemas NE-OS polares (O/A) foram obtidos e caracterizados (análise de dispersão de luz, condutividade, pH) e submetidos aos estudos eletroquímicos. O comportamento interfacial destes sistemas utilizados como inibidores de corrosão na presença de aço carbono AISI 1020, em meio salino (NaCl 3,5%) foi avaliado pela determinação do Potencial de Circuito Aberto (OCP), Curvas de Polarização obtidos pela extrapolação das curvas de Tafel e Espectroscopia de Impedância Eletroquímica (EIE). Foi possível caracterizar os sistemas avaliados como inibidores mistos com eficiência de inibição quantitativa (99,7%) para os sistemas NE-OS1 e NE-OS2 com concentrações entre 9 – 80 ppm. De acordo com a técnica EIE, observou-se eficiência máxima de inibição quantitativa para  várias amostras deste sistema NE-OS. Como ferramenta adicional aos estudos eletroquímicos, a Análise de Variância (ANOVA) e a Análise de Componentes Principais (PCA) utilizadas, respectivamente, para caracterização dos nanoemulsões e estudo de isotermas de adsorção, confirmaram resultados observados nas investigações experimentais em que se utilizou o tensoativo em concentrações muito baixas 0,5 – 1,75 ppm.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 373.201.654-49 - MARIA APARECIDA MEDEIROS MACIEL - null
Interno - 1714946 - KASSIO MICHELL GOMES DE LIMA
Externo ao Programa - 770.445.684-91 - CATIA GUARACIARA FERNANDES TEIXEIRA - UFRN
Externo ao Programa - 779.387.804-30 - VANESSA CRISTINA SANTANNA - null
Notícia cadastrada em: 08/08/2012 10:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao