Banca de DEFESA: NIVIA DO NASCIMENTO MARQUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NIVIA DO NASCIMENTO MARQUES
DATA: 12/07/2012
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de aula II do LAPET
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA TEMPERATURA E DO pH NAS PROPRIEDADES EM MEIO AQUOSO DE PARTÍCULAS INTELIGENTES PREPARADAS COM N-ISOPROPILACRILAMIDA, QUITOSANA E ÁCIDO ACRÍLICO.


PALAVRAS-CHAVES:

termossensibilidade; pH-sensibilidade; polissacarídeo; copolimerização; estabilidade; reologia.


PÁGINAS: 92
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
ESPECIALIDADE: Polímeros e Colóides
RESUMO:

Esse estudo descreve a estabilidade e o comportamento reológico em suspensão de partículas reticuladas sensitivas de poli(N-isopropilacrilamida) (PN), poli(N-isopropilacrilamida)-quitosana (PN-CS) e poli(N-isopropilacrilamida)-quitosana-poli(ácido acrílico) (PN-CS-PA). A obtenção dos materiais foi realizada por polimerização por precipitação, via radicais livres, utilizando persulfato de potássio como iniciador e N,N’-metilenobisacrilamida (MBA) como agente reticulante. A incorporação dos precursores nas partículas foi confirmada por análise elementar e espectroscopia na região do infravermelho. A influência de estímulos externos, como pH, temperatura, ou ambos, no comportamento das partículas, foi investigado por medidas reológicas, estabilidade visual e centrifugação analítica. A introdução da quitosana nas partículas de PN-CS tornou as suspensões mais estáveis em meios ácido e neutro, enquanto que a introdução de poli (ácido acrílico) nas partículas de PN-CS-PA aumentou a estabilidade em meio alcalino, quando comparadas às partículas de PN. Isso ocorreu devido às diferentes interações interpartículas e entre as partículas e o meio (também evidenciadas pelos dados reológicos), que foi influenciada através do pH e temperatura do meio. Observou-se que a introdução de polímeros sensíveis ao pH, de cargas opostas, nas partículas reticuladas de poli(N-isopropilacrilamida), resultou não apenas na síntese de copolímeros reticulados com dupla sensibilidade, mas em partículas passíveis de ajuste de estabilidade, ou seja, que podem sofrer separação de fases mais ou menos rápida, dependendo da aplicação desejada. Dessa forma, é possível adaptar as partículas sintetizadas aos mais diversos meios.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1753238 - AMELIA SEVERINO FERREIRA E SANTOS
Externo à Instituição - MARCOS ANTONIO VILLETTI - UFSM
Presidente - 1149440 - ROSANGELA DE CARVALHO BALABAN
Interno - 1523912 - TATIANA DE CAMPOS BICUDO
Notícia cadastrada em: 28/06/2012 14:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao