Banca de DEFESA: ADRIANA PAULA BATISTA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIANA PAULA BATISTA DOS SANTOS
DATA: 15/03/2012
HORA: 09:30
LOCAL: Sala de Reunião do LCP
TÍTULO:

Síntese, caracterização e estudo cinético da degradação de quitosana impregnada em SBA-15.


PALAVRAS-CHAVES:

SBA-15. Quitosana. Suporte. Impregnação. Cinética


PÁGINAS: 87
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Físico Química Inorgânica
RESUMO:

O recente interesse em se obter materiais nanoporosos funcionalizados para aplicações como calisadores heterogêneos e adsorção de CO2, tem aumentado no meio industrial e cientifico.  Nesta última aplicação, a introdução de grupos aminas, como os presentes em quitosana, em materiais nanoporosos do tipo SBA-15 para gerar interações específicas com o CO2 tem ganhado importância. Assim, neste trabalho foram realizadas a síntese do SBA-15 e posterior impregnação da CS no suporte mesoporoso através do método de impregnação por via úmida. Os materiais obtidos foram caracterizados por meio DRX, TG, DSC, MEV, FTIR e adsorção/dessorção de N2. Os resultados de DRX indicaram que a estrutura ordenada do suporte SBA-15 foi preservada após a impregnação e os cálculos mostraram que o diâmetro médio do poro e/ou a espessura média da parede (wt)  foram alterados  devido a introdução da quitosana nas amostras funcionalizadas. As curvas de TG e de DSC,corroboraram com os dados de DRX, indicando a presença da quitosana na estrutura mesoporosa do SBA-15, assim como as micrografias das amostras funcionalizadas, que possibilitou visualizar o estado de agregação do material obtido. As bandas características de absorção da CS na região IV foram  identificadas e interpretadas nas amostras funcionalizadas confirmando as outras caracterizações. Foi visto também que a área superficial diminuiu nas amostras funcionalizadas, indicando a sucessiva incorporação do polímero no suporte mesoporoso. A energia de ativação do processo de degradação térmica da quitosana impregnada no suporte foi determinada por meio do método de cinética livre de Viazovkin e pelo método de Ozawa-Flay-Wall com os resultados indicando que o aumento da quitosana diminui em aproximadamente 10% a energia de ativação para sua degradação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CARLA DA SILVEIRA LOMBA SANT'ANA COUTINHO - UFF
Externo ao Programa - 1558610 - ANA PAULA DE MELO ALVES
Presidente - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo ao Programa - 019.251.008-80 - LUIZ DI SOUZA - UERN
Notícia cadastrada em: 02/03/2012 09:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao