Banca de QUALIFICAÇÃO: ERNANI DIAS DA SILVA FILHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ERNANI DIAS DA SILVA FILHO
DATA : 15/06/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Química III
TÍTULO:

Sorção de contaminantes emergentes em compósitos magnéticos e partículas de quitosana em meio aquoso: síntese, caracterização e modelagem termodinâmica.


PALAVRAS-CHAVES:

poluição da água; indústria têxtil; descarte de medicamentos; adsorção de fármacos; corantes


PÁGINAS: 150
RESUMO:

A poluição dos recursos hídricos causada pela indústria têxtil e o descarte inadequado de medicamentos são graves problemas ambientais que exigem atenção imediata. Os corantes usados na indústria têxtil são altamente solúveis em água, o que pode contaminar os recursos hídricos e dificultar sua remoção. Por outro lado, o descarte inadequado de medicamentos pode contaminar o solo e a água, representando um risco significativo para a saúde pública e o meio ambiente. Esses contaminantes emergentes estão sendo detectados em níveis crescentes no meio ambiente e que ainda não têm regulamentação ou padrões de controle estabelecidos. É crucial que a população esteja ciente dos riscos associados ao descarte inadequado de medicamentos e que tome as providências para seu descarte seguro e responsável, como por meio de programas de coleta de medicamentos vencidos ou não utilizados. Neste contexto, esta tese propõe o estudo da sorção de fármacos em compósitos magnéticos, bem como o estudo da degradação térmica desses compósitos, e o desenvolvimento de um método numérico aplicado na adsorção dos corantes, ácido azul 260 e alaranjado de metila em quitosana reticulada para identificar simultaneamente a concentração desses corantes em soluções aquosas. Para isso, foram empregadas técnicas como análise termogravimétrica, espectroscopia de absorção molecular na região do ultravioleta e visível, espectroscopia de absorção no infravermelho, difração de raios-X e estudos de equilíbrio de adsorção. O estudo sobre fármacos revelou que a sorção ocorreu em múltiplas camadas, atingindo a saturação com concentrações de 0,2 mmol de fármaco por grama de composto para HTCCl em ambos os compósitos magnéticos positivo e negativo. O fármaco aniônico foi adsorvido com intensidade semelhante em ambos os compósitos, sendo sua saturação para o compósito com carga negativa alcançada em um valor de cerca de 0,05 mmol por grama de compósito. A energia livre de adsorção de Gibbs foi estimada em condições de solução diluída, variando de ‒17 a 3 kJ/mol. A análise da cinética de degradação térmica usando a abordagem isoconversional mostrou que a magnetita reduziu a energia aparente de ativação, com valores de até 400 kJ/mol para a degradação da fase orgânica. Já o método desenvolvido e aplicados nos corantes, mostrou uma sorção mais efetiva para o AA que pôde ser caracterizada pela determinação de diferentes parâmetros isotérmicos, estimativa da energia livre de Gibbs de adsorção, bem como adsorção competitiva por si só.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1753094 - ALCIDES DE OLIVEIRA WANDERLEY NETO - nullPresidente - 1198847 - JOSE LUIS CARDOZO FONSECA
Interna - 1149440 - ROSANGELA DE CARVALHO BALABAN
Notícia cadastrada em: 30/05/2023 10:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao