Banca de QUALIFICAÇÃO: ANNE BEATRIZ FIGUEIRA CÂMARA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANNE BEATRIZ FIGUEIRA CÂMARA
DATA : 25/05/2023
HORA: 13:30
LOCAL: Auditório do Química III
TÍTULO:

Desenvolvimento de metodologias analiticas baseadas em ferramentas quimiometricas avançadas para rastreamento e quantificação da adulteração de combustíveis fósseis.


PALAVRAS-CHAVES:

Rastreamento da adulteração de combustíveis; MCR-ALS; PARAFAC; FT-MIR e FT-NIR; Espectroscopia de Fluorescência Molecular


PÁGINAS: 156
RESUMO:

A adulteração de combustíveis é uma problemática mundial que visa o uso de substâncias não taxadas pelos governos e de qualidade duvidosa, que por diversas vezes não são identificadas, mesmo nos processos de monitoramento dos derivados de petróleo. Esta é uma prática ilegal associada à poluição ambiental, danos aos motores, riscos à saúde e a sonegação de impostos ao governo, gerando enriquecimento ilícito dos envolvidos nos processos de fraude e sonegação. Geralmente, os fraudadores utilizam substâncias irregulares que apresentam boa miscibilidade com os combustíveis, como querosene e óleos vegetais residuais, o que dificulta a detecção desse processo pelos métodos físico-químicos aplicados no mercado. Desta forma, é necessário o desenvolvimento de novos métodos a fim de detectar e  identificar a adulteração dos combustíveis. Para contribuir no processo de erradicação desta prática criminosa, neste trabalho foi desenvolvida metodologias quimiométricas combinadas a espectroscopias de infravermelho e de fluorescência molecular, como um método rápido, não destrutivo e altamente sensível para identificar a contaminação de diesel e querosene de aviação. Análise de componentes principais, algoritmo genético e algoritmo de projeções sucessivas foram associados à análise discriminante linear (PCA- LDA, GA-LDA e SPA-LDA) para classificar as misturas de acordo com as bandas atribuídas aos produtos de oxidação, como fenóis e ácidos carboxílicos. Os modelos GA-LDA e SPA-LDA foram precisos e atingiram 100% de sensibilidade e especificidade tanto para diesel quanto para JET-A1 adulterados com querosene iluminante (KS). A resolução de curva multivariada com mínimos quadrados alternados (MCR-ALS) e a regressão de mínimos quadrados parciais combinadas à espectroscopia MIR/NIR foram capazes de detectar e quantificar KS em JET-A1 e óleo diesel com alta precisão (RMSEP<1,64%; R2>0,995). MCR-ALS com restrição de área e análise de fator paralelo (PARAFAC) combinados com espectroscopia de fluorescência de matriz de emissão de excitação (EEM) permitiu a quantificação de JET-A1. Além disso, o PARAFAC também pode quantificar o conteúdo de KS com alta precisão (RMSEP = 5,36%). O modelo MCR-ALS se destacou por recuperar o perfil espectral dos adulterantes, separando-o dos espectros do combustível.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ANA CAROLINA DE OLIVEIRA NEVES MENEZES - UFRN
Externo à Instituição - CAMILO DE LELIS MEDEIROS DE MORAIS - UECE
Externo ao Programa - 1913849 - EDGAR PERIN MORAES - nullInterno - 1803692 - FABRICIO GAVA MENEZES
Presidente - 1805556 - LUCIENE DA SILVA SANTOS
Notícia cadastrada em: 08/05/2023 08:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao