Banca de QUALIFICAÇÃO: SUEILHA FERREIRA DE ANDRADE DE PAULA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SUEILHA FERREIRA DE ANDRADE DE PAULA
DATA : 19/12/2022
HORA: 14:30
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

Pirólise CG/MS de S. platensis: Avaliação de biomassas cultivadas sob condições autotróficas e mixotróficas


PALAVRAS-CHAVES:

Mixotrófico, Spirulina platensis,Biomassa, Termogravimetria, pirólise


PÁGINAS: 113
RESUMO:

Microalgas são autotróficas e fixadoras de CO2 com grande potencial para produzir biocombustíveis de forma sustentável, porém o alto custo de produção de biomassa é um desafio. O crescimento mixotrófico de microalgas tem se apresentado como alternativa para alcançar a sustentabilidade econômica. Assim, o presente trabalho relata a caracterização energética de biomassas de S. platensis cultivadas em condições autotróficas (A) e mixotróficas utilizando resíduos de soro de queijo em diferentes concentrações, 2,5 (M2,5), 5,0 (M5) e 10,0% (M10), a fim de avaliar o potencial destas biomassas para produção de produtos químicos valiosos e bio-óleo por Py-CG/MS. As composições bioquímicas das biomassas estudadas foram diferentes devido à influência de diferentes meios de cultura. À medida que a concentração de soro aumentou, houve um aumento no teor de carboidratos e uma diminuição no teor de proteínas, o que influenciou a composição elementar, poder calorífico, TGA e compostos voláteis avaliados por Py-CG/MS a 450°C, 550°C e 650°C. A amostra M10 apresentou menor teor de proteína e formou menor quantidade de compostos nitrogenados por pirólise em todas as temperaturas avaliadas. Houve redução de 43,8% (450º), 45,6% (550ºC) e 23,8% (650ºC) na formação de compostos nitrogenados em relação à amostra A. Além disso, a temperatura também mostrou um efeito considerável na formação de compostos voláteis. Os maiores rendimentos de compostos nitrogenados, fenóis e hidrocarbonetos aromáticos e não aromáticos foram observados a 650ºC. Os compostos oxigenados e contendo N e O diminuíram com o aumento da temperatura. Hidrocarbonetos como tolueno, heptadecano e heneicosano foram produzidos pela pirólise de S.platensis, o que torna essa biomassa atrativa para a produção de bio-óleo de alta qualidade e produtos químicos valiosos. Portanto, os resultados mostraram que é possível diminuir a formação de compostos nitrogenados através da manipulação das condições de crescimento e temperatura do processo de pirólise.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - ***.713.784-** - BRUNA MARIA EMERENCIANO DAS CHAGAS - UFRN
Externa ao Programa - 1783341 - FABIANA RODRIGUES DE ARRUDA CAMARA - nullExterno à Instituição - JANDUIR EGITO DA SILVA - IFRN
Presidente - 1569526 - RENATA MENDONÇA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 09/12/2022 09:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao