Banca de QUALIFICAÇÃO: JOYCE CRISTINE ARAUJO DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOYCE CRISTINE ARAUJO DA SILVA
DATA : 22/12/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

Obtenção de Nanotubos de Carbono a partir do CH4 usando catalisadores a base de Ni suportados em MgAl2O4 dopados com Fe ou Mn.


PALAVRAS-CHAVES:

catalisadores de níquel; aluminato de magnésio; espinélio; nanotubo de carbono; quitosana


PÁGINAS: 61
RESUMO:

Este trabalho tem como objetivo produzir catalisadores de níquel suportados em aluminato de magnésio (MgAl2O4) dopados com Fe ou Mn sintetizados pelo método de combustão assistida por micro-ondas avaliando a influência da adição de quitosana como agente quelante e das dopagem do sítio B do espinélio, visando aplicação na produção de nanotubos de carbono a partir do craqueamento do metano. Para isso, os materiais foram sintetizados via combustão assistida por micro-ondas usando uréia como único combustível e com variação de dopagem de Fe ou Mn no sítio B de 0, 0,1 e 0,5. A impregnação da fase ativa (10% em peso de Ni) se deu por umidade incipiente seguida de calcinação a 500ºC por 3 horas. Os suportes foram submetidos a análise de difração de raios X (DRX) e determinação da área específica por BET. Os catalisadores foram caracterizados por difração de raios X (DRX), espectroscopia de infravermelho (FTIR), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e redução a temperatura programada (RTP). O DRX apresentou picos principais em aproximadamente 2θ de 36,8, 44,8 e 65,2º que são característicos da estrutura de espinélio (MgAl2O4). Após a impregnação nota-se no DRX dois picos principais, um em 2θ de 44º e outro em 63º que são característicos do NiO. No FTIR a presença das bandas em 472 cm-1 e em 682 cm-1  confirmaram a obtenção da estrutura de espinélio e que o método de síntese empregado se mostrou eficiente. A análise da área específica demonstrou que os suportes apresentaram área específica entre 16-36 m2/g e volume de poro de no máximo 0,0026 cm3/g. O MEV demonstrou que a morfologia dos catalisadores é modificada dependendo da dopagem empregada. A RTP mostra um perfil de redução dos catalisadores na faixa de 250-500ºC. Portanto, espera-se que os catalisadores apresentem um bom desempenho para síntese de nanotubos de carbono.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349770 - DULCE MARIA DE ARAUJO MELO
Externo à Instituição - GILVAN PEREIRA DE FIGUEREDO - IFMA
Externo ao Programa - 3304576 - RODOLFO LUIZ BEZERRA DE ARAÚJO MEDEIROS - nullInterna - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Notícia cadastrada em: 02/12/2022 14:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao