PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCELO VICTOR DOS SANTOS ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCELO VICTOR DOS SANTOS ALVES
DATA : 14/07/2022
HORA: 14:00
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

 Novas metodologias analíticas para identificação da Fibromialgia


PALAVRAS-CHAVES:

Fibromialgia. PSI-MS. Classificação Multivariada. Diagnóstico.


PÁGINAS: 110
RESUMO:

Esta tese apresenta a elaboração de novas metodologias analíticas que combinam as leituras instrumentais da espectrometria de massas com classificação multivariada, na busca da diferenciação de amostras de plasma sanguíneo para detecção da fibromialgia. Dentro da execução dos trabalhos, os estudos realizados nesta tese exploraram a espectrometria de massas com ionização por pulverização em papel (PSI-MS) para obtenção de espectros a partir do plasma sanguíneo de pacientes com e sem a fibromialgia, e o processamento desses dados espectrais por modelos de análises multivariadas. Para um primeiro estudo, descrito no capítulo 1, os trabalhos focaram na diferenciação dos grupos controle e caso, utilizando análise exploratória com PCA e análises supervisionadas com PCA-LDA, SPA-LDA, GA-LDA, PCA-QDA, SPA-QDA, GA-QDA, PCA-SVM, SPA-SVM e GA-SVM. Os resultados obtidos pelas classificaçõesapresentaram 100% de separação para ambas as classes, envolvendo a técnica não- supervisionada PCA e a técnica supervisionada SPA-LDA. Com os resultados demonstrados no capítulo 1, é sugerida uma ferramenta útil na triagem da fibromialgia, com as vantagens de fornecer resultados rápidos, de simples operação, baixo-custo e utilização de pequenas alíquotas de amostra de plasma sanguíneo. Um segundo estudo (capítulo 2) se concentrou na classificação das principais variáveis clínicas, avaliadas no diagnóstico da fibromialgia. De acordo com os questionários aplicados com os pacientes,os dados espectrais foram organizados em diferentes conjuntos de dados, representando os diferentes níveis de cada sintoma estudado. Dentre alguns dos resultados encontrados,observou-se que nos níveis moderados, foi possível reconhecer uma tendência de boa diferenciação entre pacientes com e sem fibromialgia, com eficácia de 100% na distinção de amostras do grupo controle no sintoma EVA (PCA-LDA), e 100% na distinção de amostras do grupo caso para o sintoma CAT (PCA-LDA). Esses resultados propiciam um aporte teórico sobre a abordagem dos principais sintomas avaliados no diagnóstico da fibromialgia, demostrando a boa execução da metodologia analítica na detecção da doença


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1913849 - EDGAR PERIN MORAES - nullPresidente - 1714946 - KASSIO MICHELL GOMES DE LIMA
Interna - 1805556 - LUCIENE DA SILVA SANTOS
Externo ao Programa - 2646619 - RODRIGO PEGADO DE ABREU FREITAS - null
Notícia cadastrada em: 27/06/2022 13:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao