Banca de QUALIFICAÇÃO: RITA DE CASSIA NASCIMENTO SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RITA DE CASSIA NASCIMENTO SOUSA
DATA : 29/06/2022
HORA: 14:00
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

Reações Oxidativas Biomiméticas com o Ácido Acantóico.


PALAVRAS-CHAVES:

Ácido acantóico, Annona amazônica, Oxidação biomimética, Catalisador de Jacobsen, Produtos naturais.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

O ácido acantóico, (-)-pimara-9-(11),15-dien-19-óico, é um diterpeno do tipo pimaradieno isolado principalmente da planta medicinal coreana, Acanthopanax koreanum. Outras espécies como Annona amazonica, Rollinia pittieri, Rollinia exsucca, Aralia racemosa e Croton oblongifolius Roxb também apresentam este diterpeno na sua constituição. Apesar da sua diversidade biológica para o tratamento de diversas doenças descritas na literatura (colite ulcerativa, fibrose hepática, diabetes tipo 2, doenças inflamatórias cardiovasculares e periodontais), estudos relacionados aos seus parâmetros farmacocinéticos como absorção, produtos do metabolismo, toxicidade e cinética de eliminação ainda necessitam ser investigados. Este trabalho teve como objetivo investigar o metabolimo de fase I do ácido acantóico através de reações oxidativas biomiméticas com o catalisador de Jacobsen, utilizando PhIO, m-CPBA e H2O2 como doadores de oxigênio em meio homogêneo. O catalisador de Jacobsen é conhecido pela fácil síntese e purificação, ele juntamente com as metaloporfirinas são capazes de simular a atividade catalítica das enzimas do citocromo P450, as quais são as principais responsáveis pelo metabolismo de fase I. Estes modelos biomiméticos com catalisadores químicos se destacam por serem mais baratos, gerarem maiores concentrações dos produtos de oxidação e minimizarem experimentos com animais quando comparado a outros estudos in vitro. Portanto, é esperado que o presente trabalho sirva de base para outros estudos in vitro do metabolismo do ácido acantóico e que ambos estudos auxiliem na investigação e confirmação da sua reprodutibilidade in vivo. Espera-se também facilitar futuros estudos farmacológicos e toxicológicos para garantir a sua segurança e auxiliar na descoberta de um possível candidato à fármaco. Além disso, o trabalho apresenta uma revisão da literatura que foi submetida a uma revista brasileira indexada com circulação internacional.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1571756 - ALESSANDRO KAPPEL JORDAO
Presidente - 2276354 - LEANDRO DE SANTIS FERREIRA
Interna - 1569526 - RENATA MENDONÇA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 31/05/2022 13:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao