PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARFRAN CLAUDINO DOMINGOS DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARFRAN CLAUDINO DOMINGOS DOS SANTOS
DATA : 24/05/2022
HORA: 08:00
LOCAL: google meet
TÍTULO:

Aplicação da espectroscopia na região do infravermelho e de fluorescência molecular em conjunto com técnicas de análise multivariada na detecção de arbovírus em mosquitos Aedes aegypti e amostras clínicas.


PALAVRAS-CHAVES:

Detecção de arbovírus. Vigilância entomológica. Espectroscopia de Fluorescência Molecular. Espectroscopia NIR. Classificação multivariada.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

Tentativas significativas estão sendo feitas em todo o mundo no sentido de desenvolver ferramentas que melhorem a prevenção e o manejo clínico de casos de vírus. O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de técnicas espectroscópicas de primeira e segunda ordem na detecção de arbovírus em mosquitos Aedes aegypti e amostras clínicas. Nos trabalhos descritos aqui, a espectroscopia de fluorescência molecular foi aplicada em conjunto com as técnicas de análise multivariadas PARAFAC-LDA, PARAFAC-QDA e N-PLSDA, como uma nova metodologia sensível, específica, rápida, simples e capaz de identificar variações espectrais entre amostras clínicas com e sem os vírus da dengue e chikungunya. Para isso, foram utilizadas as matrizes de excitação-emissão (EEM) de 26 amostras para cada classe (saudável x dengue x chikungunya), totalizando 78 amostras. As amostras foram divididas em conjuntos de treinamento e teste e, após a construção dos modelos, os resultados foram analisados com base em cálculos de acurácia, sensibilidade, especificidade e F-score. Foi observado que o modelo mais eficiente no trabalho de classificação foi o PARAFAC-QDA, obtendo o valor máximo para todas as figuras de mérito calculadas. PARAFAC-LDA e N-PLS-DA também alcançaram resultados animadores. Os loadings capturados no PARAFAC foram fornecidos e podem ser utilizados em estudos futuros para comprovar a relação (ou não) dos dados espectrais com a presença dos vírus. Em outro estudo, foram utilizados espectros de infravermelho (NIR e MIR) em conjunto com os algoritmos de seleção de variáveis SPA e GA com o objetivo de selecionar números de onda capazes de discriminar mosquitos Aedes aegypti fêmeas infecados com dengue de mosquitos não infectados. Para isso foram constuídos modelos SPA-LDA e GA-LDA para as duas técnicas (NIR e ATR-FTIR). Os modelos construídos foram avaliados com base nos cálculos de sensibilidade e especificidade, sendo observado que tanto para SPA-LDA quanto para GA-LDA, os modelos baseados nos espectros NIR obtiveram melhores valores de classificação alcançando 82.65 % de sensibilidade e especificidade para NIR-SPA-LDA; e 100.00 % de sensibilidade e especificidade para NIR-GA-LDA. Por fim, observou-se que matrizes EEM têm potencial para, em um futuro próximo, serem utilizadas como triagem ou diagnóstico de arbovírus, possuindo vantagens quando comparadas às técnicas mais convencionais, e foi demonstrado que futuramente poderemos contar com instrumentos portáteis de NIR no trabalho da vigilância entomológica e previsão de futuros surtos de dengue.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1913849 - EDGAR PERIN MORAES
Interno - 1803692 - FABRICIO GAVA MENEZES
Presidente - 1714946 - KASSIO MICHELL GOMES DE LIMA
Interna - 1805556 - LUCIENE DA SILVA SANTOS
Notícia cadastrada em: 02/05/2022 15:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao