Banca de DEFESA: LALYSON MATHEUS LEMOS RODRIGUES DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LALYSON MATHEUS LEMOS RODRIGUES DE SOUZA
DATA : 04/02/2022
HORA: 14:00
LOCAL: VIDEOCONFERÊNCIA
TÍTULO:

Novos complexos fenantrolínicos de cobre e cobalto com derivados do monastrol: síntese, estudo espectroscópico e eletroquímico.


PALAVRAS-CHAVES:

Bioinorgânica. Complexos de cobalto. Complexos de cobre. Derivados do monastrol


PÁGINAS: 111
RESUMO:

Complexos de cobalto e cobre possuem diversas aplicações, dentre elas destacam-se no tratamento de câncer, devido tanto a baixa toxicidade desses metais no meio biológico, quanto pelas propriedades magnéticas e eletroquímicas, tornando-os bastante interessantes do ponto de vista biológico e medicinal. Além dos metais, há uma busca também por sistemas com ligantes bioativos, por exemplo, derivados do monastrol, que podem juntamente com o metal formar estruturas com propriedades altamente relevante do ponto de vista farmacológico. Então apresenta-se nesse trabalho, com o objetivo de contribuir com a química inorgânica de sistemas de Co(II) e Cu (II), a síntese e caracterização espectroscópica e eletroquímica de novos complexos com ligantes derivados do monastrol do tipo [M(phen)(S-Cros)2] e [M(phen)(O-Cros)2], onde M = Co(II) e Cu(II), phen corresponde a 1,10-fenantrolina, S-Cros ao 6-(4-hidroxi-3-metoxifenil)-4-metil-2-tioxo-1,2,3,4-tetra-hidropirimidina-5-carboxilato de etila, e O-Cros 6-(4-hidroxi-3-metoxifenil)-4-metil-2-oxo-1,2,3,4-tetra-hidropirimidina-5-carboxilato de etila. Todos os complexos foram sintetizados acrescentando aos complexos precursores [Co(phen)Cl2] e [Cu(phen)Cl2] os ligantes S-Cros e O-Cros, na proporção de 1:2 de precursor para ligante, utilizando água como solvente, ajustando o pH para 11. Os ligantes foram caracterizados inicialmente pela espectroscopia RMN 1H em DMSO-d6, apresentando boa correlação entre os sinais de deslocamento químico com os hidrogênios nas moléculas de S-Cros e O-Cros. Analisando os espectros vibracionais obtidos em pastilhas de KBr, nos sistemas [M(phen)(S-Cros)2] e [M(phen)(O-Cros)2] tem-se a presença das bandas da fenantrolina nos complexos próximo a região 1427, 854 e 723 cm-1 atribuídos aos estiramentos C-N e δ C-H, respectivamente, além das bandas do ligante S-Cros, com valores de estiramento em 1692 (C=O), 1202 (C=S), 1029 (C-O éter) e 751 cm-1 ( C=S) e modos vibracionais do ligante O-Cros 1696 (C=O éster), 1642 (C=O amida), 1226 (C-O) e 1023 cm-1 (O-CH3). Nos espectros eletrônicos dos complexos [M(phen)(S-Cros)2] e [M(phen)(O-Cros)2] obtidos em metanol apresentaram bandas intraligantes e d-d, onde na região do ultravioleta tem-se as bandas da fenantrolina, do ligante S-Cros nos complexos com sinal em 304 nm, e do ligante O-Cros tem-se uma banda em 285 nm. Além dessas transições, todos os complexos apresentaram mais de uma banda d-d, pelo ambiente de coordenação dos complexos. Os voltamogramas cíclicos de todos os complexos foram obtidos em TBAP dissolvido em DMSO, apresentando processos quase reversíveis para ambos metais, para o cobalto tem-se os processos Co2+/Co1+ e Co3+/Co2+ e para o cobre Cu2+/Cu1+ nos sistemas [M(phen)(S-Cros)2] e [M(phen)(O-Cros)2], além dos processos oxirredução dos ligantes S-Cros e O-Cros.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349770 - DULCE MARIA DE ARAUJO MELO
Externo ao Programa - 2313421 - CARLOS ROBERTO OLIVEIRA SOUTO
Externo ao Programa - 1715109 - DANIEL DE LIMA PONTES
Externo à Instituição - JOSÉ CLAYSTON MELO PEREIRA
Notícia cadastrada em: 31/01/2022 16:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao