PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: RENATO DANTAS LUZ PEIXOTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RENATO DANTAS LUZ PEIXOTO
DATA : 18/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: auditório do Química III
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE CARBONATOS ASSIMÉTRICOS COMO BASE ORGÂNICA EM FLUIDOS DE PERFURAÇÃO NÃO AQUOSOS


PALAVRAS-CHAVES:

Carbonato. Éster. Base orgânica. Fluidos de perfuração.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

Baixa toxicidade e elevada biodegradabilidade são responsáveis pela inclusão dos fluidos à base de éster vegetal como uma alternativa ambientalmente correta para a perfuração de poços petrolíferos, conforme regulamentam os órgãos ambientais. No entanto, as propriedades físico-químicas dos ésteres graxos resultam em aplicações limitadas nos fluidos de base sintética. A utilização de carbonatos assimétricos pode ser considerada uma alternativa viável, pois apresentam diversas vantagens em relação aos ésteres de ácidos graxos, tais como maior estabilidade termo-oxidativa e compatibilidade com vários elastômeros. Além disso, os produtos formados durante sua hidrólise não são prejudiciais às propriedades reológicas dos fluidos. Adicionalmente, tendem a apresentar uma alta biodegradabilidade. Assim, o objetivo deste trabalho é sintetizar carbonatos não simétricos por meio da reação entre decanol e carbonato de dimetila utilizando KOH como catalisador, e avaliar o potencial e o desempenho desses carbonatos como base orgânica em fluidos de perfuração não aquosos. O emprego dos ésteres de babaçu serviu de comparativo para o trabalho. O espectro infravermelho forneceu a informação estrutural apresentando as duas características mais importantes no espectro dos carbonatos assimétricos, a banda forte do grupo carbonila (C═O), que aparece em 1749 cm−1, e a presença de uma absorção intensa em 1261 cm−1 do estiramento CꟷO. Devido ao baixo de ponto de fluidez (−4,5 °C), os fluidos formulados com esse composto orgânico, provavelmente, não congelarão em regiões próximas ao Blowout Preventer, durante as perfurações em águas profundas. O seu transporte, armazenamento e uso é seguro, dado que apresentou elevado ponto de fulgor (128 °C). A viscosidade cinemática relativamente baixa (3,2 cSt) revelou esse composto como promissor na formulação de fluidos não aquosos. O desempenho do fluido, avaliado por meio dos testes laboratoriais (parâmetros reológicos, estabilidade elétrica e filtrado), mostrou que esse carbonato representa uma alternativa real para aplicação em fluidos de emulsão inversa em substituição a outras bases orgânicas. Dessa forma, as limitações da utilização dos fluidos de perfuração à base de éster podem ser suprimidas com o emprego de carbonatos assimétricos como fase contínua.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1753094 - ALCIDES DE OLIVEIRA WANDERLEY NETO
Presidente - 1805556 - LUCIENE DA SILVA SANTOS
Interna - 1149440 - ROSANGELA DE CARVALHO BALABAN
Notícia cadastrada em: 02/12/2019 09:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao