Banca de DEFESA: MARCUS VINICIUS GOMES PAIXAO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCUS VINICIUS GOMES PAIXAO
DATA : 17/05/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aula do LAPET
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE MICROESFERAS MAGNÉTICAS/TERMORESPONSIVAS À BASE DE QUITOSANA DECORADAS COM POLI (N-isopropilacrilamida) NO TRATAMENTO DE ÁGUAS OLEOSAS


PALAVRAS-CHAVES:

microesferas; quitosana; PNIPAM; termoresponsivo; águas oleosas


PÁGINAS: 116
RESUMO:

Microesferas inteligentes capazes de responder a campos magnéticos e mudanças de temperatura foram preparadas encapsulando nanopartículas magnéticas em microesferas de quitosana reticuladas, seguidas por formação de escovas de poli (N-isopropilacrilamida) (PNIPAM) em suas superfícies (MMQ-PNIPAM). As microesferas sintetizadas foram caracterizadas por espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FT-IR), microscopia eletrônica de transmissão (TEM), magnetometria vibrante de amostras (VSM), termogravimetria (TG) e calorimetria de varredura diferencial (DSC). Enquanto a maioria dos estudos objetivou a reação de copolimerização por enxertia entre quitosana e NIPAM para obter uma partícula solúvel, a principal contribuição deste estudo foi melhorar a lipofilicidade de microesferas magnéticas de quitosana reticulada com escovas de PNIPAM, para ser usada em tratamento de água oleosa como um adsorvente sólido. Além disso, aplicamos o MMQ-PNIPAM associado ao homopolímero PNIPAM em um processo de remoção de óleo. Comumente, a composição da água oleosa de um poço de petróleo é caracterizada por alta salinidade e alto teor de óleo. Portanto, investigou-se neste trabalho o comportamento termoresponsivo da PNIPAM na presença de sais (NaCl e CaCl2), bem como a eficiência de remoção de óleo devido ao efeito de agrupamento de partículas MCM-PNIPAM acima da temperatura de agregação da PNIPAM. O comportamento termoresponsivo das MMQ-PNIPAM foi confirmado pela transição de fase acentuada nas curvas de DSC. A investigação inicial da eficiência de remoção de óleo foi realizada com as microesferas sintetizadas atingindo valores superiores a 97 % acima da temperatura de agregação. Por outro lado, os resultados mostraram que o tempo é um parâmetro importante para obter maior remoção de óleo, principalmente devido ao efeito de salinidade, e a presença de cadeias de homopolímeros PNIPAM pode dar vantagens significativas em comparação ao desempenho de microesferas MMQ-PNIPAM individuais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1198847 - JOSE LUIS CARDOZO FONSECA
Interna - 2212519 - JULIANA DE SOUZA NUNES
Externa à Instituição - MARCOS ANTONIO VILLETTI - UFSM
Externo à Instituição - RODRIGO CÉSAR SANTIAGO - UFERSA
Presidente - 1149440 - ROSANGELA DE CARVALHO BALABAN
Notícia cadastrada em: 29/04/2019 11:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao