Banca de QUALIFICAÇÃO: CAMILA CARVALHO DE ALMEIDA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAMILA CARVALHO DE ALMEIDA
DATA : 19/12/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

Desenvolvimento de Processos Eletroquímicos e Combinados para a remediação de efluentes e solo contaminados com compostos organo-halogenados


PALAVRAS-CHAVES:

POPs, Oxidação Eletroquímica, Remediação de solo, ZVI, Tecnologias integradas


PÁGINAS: 120
RESUMO:

A crescente preocupação da sociedade com os riscos ambientais e a saúde pública vem exigindo um controle mais rigoroso das nossas águas e solo, promovendo o desenvolvimento e a implementação de novas tecnologias de tratamento. A presente tese, portanto, teve como objetivo avaliar a descontaminação de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs), especificamente corante e pesticida organo-halogenados, em efluentes e solo por meio da integração de processos eletroquímicos utilizando ânodos de Diamante Dobado com Boro (BDD) com outras tecnologias de alta eficiência e baixo impacto ambiental. Os resultados da eletrólise com ânodos de BDD de um efluente sintético contaminado com o corante têxtil Azul de Bromofenol demonstraram claramente que a aplicação de diferentes valores de corrente (1A, 2A, e 3A) mostrou ser bastante eficiente por não somente reduzir a cor do efluente, como também levar a sua completa mineralização. A concentração significativa de Br- liberada durante o ataque do radical OH ao corante, e a formação das espécies de BrO- geradas a partir da Oxidação Anódica desses ânions, explicam o ótimo desempenho dessa tecnologia no tratamento de soluções sintéticas. Os estudos envolvendo a descontaminação de solo contaminado com o herbicida Clopiralida, mostraram que é possível combinar o processo de descloração com Ferro Zero Valente (ZVI), lavagem do solo e a oxidação eletroquímica em um único tratamento de forma sequencial ou integrada em um mesmo reator. A Clopiralida foi, portanto, eficientemente removida do solo, e a completa degradação dos poluentes nos fluidos de lavagem foi possível usando a oxidação anódica com eletrodos de BDD em todos os estudos realizados. A descloração com ZVI integrado ao processo de lavagem tem um impacto importante na eficiência do processo, levando a menos resíduos perigosos (do ponto de vista da toxicidade), mas, ao mesmo tempo, os intermediários formados são menos oxidáveis do que os compostos iniciais clorados, o que resulta em um processo menos eficiente do ponto de vista da mineralização. Este impacto negativo sobre a eficiência do processo eletroquímico não é completamente indesejável, pois como a toxicidade dos resíduos diminui significativamente nos estágios iniciais com o uso do ferro, torna-se promissora a combinação desta tecnologia com tratamentos biológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1645110 - CARLOS ALBERTO MARTINEZ HUITLE
Externo ao Programa - 2524058 - DOUGLAS DO NASCIMENTO SILVA
Externo à Instituição - MARCO ANTONIO QUIROZ ALFARO - udlap
Notícia cadastrada em: 07/12/2018 11:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao