Banca de DEFESA: VALDIVINO FRANCISCO DOS SANTOS BORGES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VALDIVINO FRANCISCO DOS SANTOS BORGES
DATA : 03/09/2018
HORA: 16:00
LOCAL: NUPPRAR
TÍTULO:

REMOÇÃO DE ÍONS METÁLICOS DE EFLUENTES UTILIZANDO BENTONITAS E DIATOMITA TRATADAS COM MICROEMULSÕES


PALAVRAS-CHAVES:

Bentonita, Diatomita, Adsorção, solução micelar, microemulsão, Íons ferro, cromo e chumbo


PÁGINAS: 106
RESUMO:

Os metais pesados têm contribuído de forma significativa para a poluição da água, interferindo temporária ou permanentemente na manutenção da biota aquática. O desenvolvimento industrial contribui para a poluição aquática, contaminando com metais pesados os rios, lagos e mares. O uso de adsorventes naturais e tratados quimicamente têm sido uma alternativa na captura de íons metálicos presentes em meios aquáticos através do processo de adsorção. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade de adsorção dos íons ferro, chumbo e cromo presentes em soluções sintéticas a partir do uso da bentonita comercial, bentonita sódica e diatomita em suas formas naturais e tratadas com solução micelar e microemulsão. O tensoativo estudado foi o Ultrol L-90, que junto ao n-butanol, querosene e água destilada se obteve uma formulação constituída de micela direta. Após o tratamento dos adsorventes naturais com solução micelar e microemulsão foram feitas as caracterizações através das técnicas de Fluorescência de raios X (FRX), Difração de raios X (DRX), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Área específica por adsorção de N2 (BET), Análise Térmica Diferencial e Termogravimétrica (ATD/ATG) e Espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR). O estudo de adsorção dos metais mostrou que o tratamento com a solução micelar não modifica o poder de captura, sendo a eficiência praticamente igual aos adsorventes naturais. Enquanto o tratamento com a microemulsão aumenta significativamente o percentual de eficiência de adsorção, atingindo 99% para os íons ferro e chumbo, e 83% para o íon cromo, quando  se tem a diatomita.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1753094 - ALCIDES DE OLIVEIRA WANDERLEY NETO
Interno - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Externo à Instituição - MONICA RODRIGUES DE OLIVEIRA - UFERSA
Notícia cadastrada em: 31/08/2018 16:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao