Banca de DEFESA: BRUNA LUIZA BATISTA DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BRUNA LUIZA BATISTA DE LIMA
DATA : 19/07/2018
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aula do LAPET
TÍTULO:

Copolímeros de Poliacrilamida Parcialmente Hidrolisada Enxertada com Poli(óxido de etileno-co-óxido de propileno) (HPAM-g-PEOPPO): Síntese, Caracterização e Estudo de Propriedades.


PALAVRAS-CHAVES:

Termoassociativo, enxertia, poliacrilamida, poli(óxido de etileno-co-óxido de propileno)


PÁGINAS: 60
RESUMO:

O objetivo desse trabalho foi sintetizar e caracterizar copolímeros termoassociativos de HPAM-g-PEOPPO, a partir da enxertia do polímero poli(óxido de etileno-co-óxido de propileno) – PEOPPO (OE/OP = 19/03) no esqueleto polimérico de uma poliacrilamida parcialmente hidrolisada (HPAM). Os copolímeros foram preparados em água, através de uma reação de acoplamento entre a HPAM e PEOPPO, usando os agentes de acoplamento 1-(3-(dimetilamino)propil)-3-etil-carbodiimida e da N-hidroxisuccinimida (EDC/NHS). A caracterização estrutural foi realizada através de espectroscopia na região do infravermelho (IV) e ressonância magnética nuclear de próton (RMN ¹H). A estabilidade térmica no estado sólido foi avaliada por análise termogravimétrica (TGA). O comportamento dos copolímeros em meio aquoso foi estudado em diferentes salinidades, através de espectroscopia na região do ultravioleta-visível (UV-Vis) e medidas reológicas. Os picos dos grupos funcionais característicos dos materiais foram observados nos espectros na região do IV. Através do espectro de RMN ¹H, foi possível confirmar que os copolímeros foram sintetizados com sucesso, assim como calcular o grau de enxertia. As curvas de TGA mostraram que os copolímeros apresentam maior estabilidade térmica que a HPAM. A técnica de UV-Vis mostrou que a HPAM não exibiu mudança na transmitância com a variação da temperatura em nenhum dos meios aquosos avaliados, enquanto que os copolímeros turvaram na presença de sal. As medidas reológicas mostraram que os copolímeros possuem comportamento termoviscosificante em meio salino e uma viscosidade aparente maior que a HPAM acima de 70 °C. Todos os resultados sugerem que os copolímeros HPAM-g-PEOPPO são interessantes candidatos para recuperação aumentada de petróleo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149440 - ROSANGELA DE CARVALHO BALABAN
Interno - 1803692 - FABRICIO GAVA MENEZES
Externo à Instituição - JOSÉ MANOEL MARCONCINI - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 05/07/2018 09:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao