PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: ISABELLE MARIANE DE LIMA FERREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ISABELLE MARIANE DE LIMA FERREIRA
DATA : 20/06/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Química 3
TÍTULO:

Obtenção de combustíveis renováveis através da pirólise térmica e termocatalítica de microalga utilizando materiais mesoporosos de níquel e molibdênio


PALAVRAS-CHAVES:

biocombustíveis, microalga, AlSBA-15, pirólise.


PÁGINAS: 70
RESUMO:

Atendendo a grande demanda da sociedade por combustíveis e a necessidade de se utilizar combustíveis que possam reduzir as emissões de gases poluentes, bem como reconhecendo o esgotamento de fontes energéticas a partir dos combustíveis fosseis, o uso de microalgas vêm se destacando no contexto de inovação sustentável a fim de utilizá-las para a produção de biocombustíveis devido a sua grande capacidade de produção de biomassa e seu cultivo desenvolvido em condições adversas, como em águas residuais. Diante disto, estudou a síntese e caracterização do material mesoporoso AlSBA-15 com a incorporação dos metais níquel e molibdênio com o objetivo de otimizar o processo de obtenção dos produtos da pirólise da biomassa de microalga para a obtenção de combustíveis renováveis. O catalisador foi sintetizado pelo o método hidrotérmico e incorporação direta do alumínio e, em seguida, impregnado com os metais níquel e molibdênio pelo método de impregnação a umidade incipiente na proporção de 10% de metal no material e, foram caracterizados por difração de raios-X (DRX), espectroscopia na região do infravermelho com transformação de Fourier (FTIR), análise termogravimétrica (TGA/DTGA) e microscopia eletrônica de varredura (MEV) com análise de espectroscopia de energia dispersiva (EDS). A biomassa da microalga foi caracterizada por análise elementar (CHN) e termogravimetria (TGA). Os catalisadores apresentaram reflexões no difratogramas de raios-X características da estrutura hexagonal P6mm altamente ordenada da SBA-15 demonstrando que a incorporação dos metais não modificou a estrutura da peneira molecular. O espectro do catalisador apresentou bandas nas regiões de 1050 e 800 cm-1 referentes ao alongamento simétrico e assimétrico das ligações O-Si-O e em 950 e 460 cm-1 atribuídas ao alongamento das ligações Si-OH e às deformações Si-O-Si, comuns em materiais silicatos. A análise termogravimétrica de infravermelho por transformada de Fourier (TG-FTIR) foi realizada para mostrar uma previsão dos produtos obtidos pela faixa de temperatura e o estudo das melhores condições da pirólise. Assim, verificou-se que a partir de 600°C apareceram bandas com picos de vibração centrados entre 2400 e 2250 cm-1 atribuída às vibrações de estiramento do grupo funcional C=O referente a moléculas de CO2. Um indicativo de desoxigenação por descarboxilação que reflete um aprimoramento do combustível produzido.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2140818 - AMANDA DUARTE GONDIM
Externo ao Programa - 2011255 - ARUZZA MABEL DE MORAIS ARAUJO
Interno - 2087667 - TIAGO PINHEIRO BRAGA
Externo à Instituição - VINÍCIUS PATRÍCIO DA SILVA CALDEIRA - UERN
Notícia cadastrada em: 05/06/2018 09:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao