Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNA LUIZA BATISTA DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BRUNA LUIZA BATISTA DE LIMA
DATA : 15/06/2018
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aula do LAPET
TÍTULO:

Obtenção e Caracterização de Copolímeros Hidrossolúveis Duplamente Responsivos


PALAVRAS-CHAVES:

Termoassociativo, enxertia, poliacrilamida, poli(óxido de etileno/óxido de propileno)


PÁGINAS: 60
RESUMO:

O objetivo desse trabalho foi sintetizar e caracterizar copolímeros termoassociativos HPAM-g-Jeffamine®, a partir da enxertia de poli(óxido de etileno-co-óxido de propileno) – Jeffamine® (EO/OP = 19/03) no esqueleto polimérico de uma poliacrilamida parcialmente hidrolisada (HPAM). Os copolímeros foram preparados em água, através de uma reação de acoplamento entre a HPAM e Jeffamine®, usando os agentes de acoplamento 1-(3-(dimetilamino)propil)-3-etil-carbodiimida e da N-hidroxisuccinimida (EDC/NHS). A caracterização estrutural foi realizada através de espectroscopia na região do infravermelho (IV) e ressonância magnética nuclear de próton (RMN ¹H). A estabilidade térmica no estado sólido foi avaliada por análise termogravimétrica (TGA). O comportamento dos copolímeros em meio aquoso foi estudado em diferentes salinidades, através de espectroscopia na região do ultravioleta-visível (UV-Vis) e medidas reológicas. Os picos dos grupos funcionais característicos dos materiais foram observados nos espectros na região do IV. Através do espectro de RMN ¹H, foi possível confirmar que os copolímeros foram sintetizados com sucesso, assim como calcular o grau de enxertia. As curvas de TGA mostraram que os copolímeros apresentam maior estabilidade térmica que a HPAM. A técnica de UV-Vis mostrou que a HPAM não exibiu mudança na transmitância com a variação da temperatura em nenhum dos meios aquosos avaliados, enquanto que os copolímeros turvaram em meio salino. As medidas reológicas mostraram que os copolímeros possuem comportamento termoviscosificante em meio salino e uma viscosidade aparente maior que a HPAM acima de 70 °C. Todos os resultados sugerem que os copolímeros HPAM-g-Jeffamine® são interessantes candidatos para recuperação aumentada de petróleo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 052.456.554-62 - JULIANA DE SOUZA NUNES - CNPq
Interno - 1569526 - RENATA MENDONÇA ARAUJO
Presidente - 1149440 - ROSANGELA DE CARVALHO BALABAN
Notícia cadastrada em: 05/06/2018 08:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao