PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ ALBERTO BATISTA DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSÉ ALBERTO BATISTA DA SILVA
DATA : 05/04/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do química 3
TÍTULO:

OBTENÇÃO DE NOVOS BIOLUBRIFICANTES UTILIZANDO ROTAS CATALÍTICAS ALTERNATIVAS E AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE OXIDATIVA COM ANTIOXIDANTES NATURAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Biolubrificantes; Antioxidantes; Estabilidade oxidativa; Catálise heterogênea; Caracterização físico-química.


PÁGINAS: 120
RESUMO:

Pesquisadores de diversas instituições estão reunindo esforços em âmbito global para reduzir a dependência de produtos petrolíferos e minimizar o impacto de seus derivados no meio ambiente. Os óleos vegetais estão sendo investigados como uma fonte potencial de lubrificantes ambientalmente amigáveis, dada a combinação de biodegradabilidade, sustentabilidade e excelente desempenho de lubrificação. Entretanto, algumas características como baixa estabilidade térmica e oxidativa, além de precipitação a frio, e uma estreita faixa de viscosidades disponíveis limitam sua potencial aplicação como biolubrificantes industriais. A modificação química das estruturas de ácidos graxos de óleos vegetais tem um grande potencial para melhorar as propriedades físico-químicas desses materiais. Assim, neste trabalho, buscaram-se rotas catalíticas alternativas para a síntese de novos biolubrificantes, com características físico-químicas e de lubrificação similares aos óleos básicos comerciais, através da reação de óleos vegetais ricos em ácido linóleico, oleico e palmítico, e álcoois como, propilenoglicol e álcool benzílico. Catalisadores foram desenvolvidos, assim como antioxidantes naturais, para auxiliar na obtenção e otimização das propriedades dos novos materiais. Os biolubrificantes obtidos foram caracterizados segundo as principais normas técnicas da American Oil Chemist’s Society (AOCS), Instituto Adolfo Lutz (IAL) e American Society for Testing and Materials (ASTM) tais como índice de viscosidade, ponto de fluidez, índice de acidez, teor de umidade e voláteis e estabilidade oxidativa, dentre outras. Análises de ressonância magnética nuclear (RMN de 13C e 1H) e espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourrier (FT-IR) confirmaram a modificação química da estrutura do óleo vegetal, resultados de cromatografia líquida acoplada a espectrômetro de massas (LC-MS), serão utilizados para confirmação das estruturas obtidas. Os eventos obtidos nas análises termogravimétricas (TG/DTG) indicaram que os produtos apresentaram estabilidade térmica satisfatória. Para a etapa catalítica foram desenvolvidos 04 catalisadores heterogêneos, sendo 03 baseados em biomassa residual, e outro bimetálico suportado em sílica, cujos difratogramas de raios-X (DRX) indicaram a modificação da estrutura da sílica amorfa utilizada como suporte e a presença de picos referentes aos óxidos de metais presentes nos catalisadores. Os antioxidantes produzidos apresentaram considerável eficiência na diminuição da oxidação lipídica dos óleos desenvolvidos neste trabalho.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1805556 - LUCIENE DA SILVA SANTOS
Interno - 1523912 - TATIANA DE CAMPOS BICUDO
Interno - 2087667 - TIAGO PINHEIRO BRAGA
Notícia cadastrada em: 12/03/2018 09:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao