PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de DEFESA: ALINE MARIA SALES SOLANO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE MARIA SALES SOLANO
DATA: 02/07/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de reunião do NUP-ER
TÍTULO:

ESTUDO COMPARATIVO DOS PROCESSOS ELETROQUÍMICOS OXIDATIVOS AVANÇADOS (PEOA’S) NO TRATAMENTO DE EFLUENTES CONTENDO CORANTES ORGÂNICOS DE DIFÍCIL DEGRADAÇÃO.


PALAVRAS-CHAVES:

Eletroquímica, Processos Oxidativos Avançados, corantes têxteis, Eletro-Fenton.


PÁGINAS: 175
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Eletroquímica
RESUMO:

Corantes orgânicos têm sido amplamente utilizados em diversos ramos das indústrias de tingimento. Esses compostos são conhecidos por serem bastante tóxicos, mutagênicos, carcinogênico além de causarem poluição estética e danos irreversíveis aos ecossistemas aquáticos e a saúde humana. Estes são considerados contaminantes recalcitrantes devido a sua elevada estabilidade e resistência a bio e fotodegradação. Diante deste contexto, a busca por tecnologias capazes de minimizar os efeitos provocados por esses poluentes se faz necessária. Nas ultimas décadas os Processos Eletroquímicos Oxidativos Avançados (PEOA’s) baseados na geração de espécies fortemente oxidantes (radicais OH) oferecem abordagens promissoras para a prevenção dos problemas provocados por efluentes industriais. O presente trabalho analisou a degradação e mineralização dos corantes têxteis e o estudo de um efluente real, a fim de avaliar a viabilidade dos PEOA’s tais como Eletrofeton (EF), Fotoeletro-Fenton (FEF) e Oxidação Anódica (OA), bem como a implementação de Fotoeletro-Fenton Solar (FEFS) em uma planta pré-piloto, a fim de estudar o tratamento eletroquímico em escala industrial. No estudo desenvolvido foram comparados o efeito dos PEOA’s na remoção da cor, decaimento do COT e cinética de degradação dos compostos e, ainda para o VC utilizando o SFEFS foram realizados estudos da Eficiência de Corrente de Mineralização (ECM). Os melhores resultados se deram com o tratamento do FEF para todos os corantes estudados. A partir dos resultados obtidos foi possível eleger o FEF como método mais eficiente e promissor para aplicação do tratamento quando comparado aos demais métodos de tratamento, além de comprovar a partir do FEFS que o processo pode ser utilizado em escalas industriais, uma vez que esse método FEF foi aperfeiçoado e a irradiação solar substituiu a lâmpada UVA.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1645110 - CARLOS ALBERTO MARTINEZ HUITLE
Externo à Instituição - CARMEM LUCIA DE PAIVA E SILVA ZANTA - UFAL
Interno - 348475 - DJALMA RIBEIRO DA SILVA
Externo à Instituição - ENRIC BRILLAS COSO - UB
Interno - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Notícia cadastrada em: 26/06/2015 14:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao