PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCO SOUTO DE SOUSA JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO SOUTO DE SOUSA JUNIOR
DATA: 22/04/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Aula do Laboratório de Química I
TÍTULO:

QUÍMICA EM CENA: uma proposta para formação inicial de professores de química


PALAVRAS-CHAVES:

Teatro Científico, formação de professores, material didático, experimentação.


PÁGINAS: 242
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

Têm-se observado no meio educacional uma dificuldade em formar professores que atendam às necessidades do ensino superior e médio, uma vez que, na maioria das vezes, os educadores têm vivências diferentes daquelas que encontrarão em sala de aula. Assim, surgem várias críticas em relação aos cursos de licenciatura relacionadas à sua validade e eficiência na formação de professores, já que o perfil esperado de um licenciando, em muitos casos, não é alcançado. A melhoria da qualidade da educação é associada, muitas vezes à formação inicial do professor, exigindo-lhe uma série de atuações que impliquem em modificações para obtenção dessa melhoria. Diante dessa afirmação, pode-se ressaltar que cabe aos professores buscarem alternativas didáticas para promover outras maneiras de ensino. A partir dessa reflexão, a formação inicial de professores necessita de novas propostas didáticas para construção de um professor preocupado com a formação do cidadão. Dentre as propostas didáticas apresentadas como alternativa para a formação inicial de professores de química pode utilizar-se do teatro científico (TC).  Assim, nesse trabalho propôs-se investigar e discutir a influência do TC aliado à experimentação na formação inicial de licenciandos em Química que participam e/ou participaram dos Grupos de Teatro Fanáticos da Química (UERN) e Química em Cena (UFRN). Para tanto, realizou-se, em uma primeira etapa, ensaios teatrais baseados no teatro do oprimido, e escritas de roteiros dramatúrgicos, numa proposta colaborativa. Para incorporar a experimentação em química aos ensaios teatrais, realizou-se uma pesquisa bibliográfica sistemática e, após análise de conteúdo, foram selecionados a priori as categorias, materiais e reagentes de fácil acesso, procedimento de fácil entendimento, sem riscos de acidente e tratamento dos resíduos químicos gerados. Na segunda parte identificou-se as crenças dos licenciandos na utilização do TC aliado a experimentação para formação inicial de professores de química; identificando a influência do TC aliado à experimentação na aprendizagem de conceitos químicos de alunos do ensino médio que assistiram aos espetáculos e, finalmente, foram investigadas as razões para o uso ou não do TC aliado à experimentação por professores de química que participaram dos grupos de TC e hoje atuam em sala de aula. Nesse estudo foram utilizados questionários e entrevistas, compostos respectivamente por uma escala de Likert e questões abertas. Os dados quantitativos foram analisados por meios da estatística clássica, usando como medidas de centralidade a média, o argumento de concordância e o desvio médio. Os dados qualitativos foram abordados segundo a análise de conteúdo, com categorias que emergiram da leitura das respostas. Os licenciandos têm uma visão positiva na utilização do teatro científico para divulgação da química, para utilização na aprendizagem de conceitos químicos, para promoção de saberes pedagógicos e disciplinares, assim como para formar estratégia de promover a pesquisa e a extensão na Universidade. Eles creditam melhorias na sua formação inicial à utilização do teatro científico aliado a experimentação. O TC oferece motivação para construção do pensamento conceitual de maneira informal de comunicação da química, permitindo que o aluno amplie seus conhecimentos, favorecendo não somente a abordagem fenomenológica, mas também a construção do conhecimento químico e a internalização dos conceitos científicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 345799 - OTOM ANSELMO DE OLIVEIRA
Interno - 1569330 - GRAZIELLE TAVARES MALCHER
Externo ao Programa - 1630751 - JOSIVANIA MARISA DANTAS
Externo à Instituição - LUIZ DI SOUZA - UERN
Notícia cadastrada em: 16/04/2015 16:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao