Banca de DEFESA: JUSSARA APARECIDA DE MELO GONDIM

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JUSSARA APARECIDA DE MELO GONDIM
DATA: 26/02/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Química 3
TÍTULO:

DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DO CONTEÚDO DE SOLUÇÕES: proposta de ensino contextualizada


PALAVRAS-CHAVES:

dificuldades; soluções; atividades; contextualização.


PÁGINAS: 121
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

O conteúdo de soluções é considerado muito importante para a formação do químico, pois a maioria das reações ocorre em meio aquoso, sendo também necessário para o entendimento de outros conteúdos como transformações químicas, eletroquímica e equilíbrio químico. No entanto, constata-se que muitos alunos apresentam dificuldades que envolvem o conteúdo de soluções, como transitar entre os níveis de conhecimento macro-submicroscópico e solucionar problemas quantitativos que exigem o estabelecimento de relações estequiométricas. A tese defendida considera que o uso de estratégias de ensino contextualizadas, estruturadas na forma de um minicurso, sobre alguns conteúdos considerados de maior dificuldade de compreensão relacionados ao estudo de soluções, pode favorecer o aprendizado do público-alvo, o alunado do curso de licenciatura em química modalidade a distância da UFRN, através da reflexão e conhecimento de suas próprias dificuldades, além de proporcionar motivação e participação ativa. Assim, foram identificadas as dificuldades de aprendizagem relacionadas ao conteúdo de soluções através do levantamento bibliográfico; analisada, por meio de um roteiro adaptado do PNLEM, a abordagem do conteúdo de soluções presente no material didático impresso utilizado pelo público-alvo; e planejado e ministrado um minicurso constando de uma sequência de atividades contextualizadas relacionadas ao conteúdo de soluções, tais como: apresentação de vídeo, aula expositiva dialogada, aplicação de questionários, exercícios e experimento. Os participantes do minicurso apresentaram algumas dificuldades de aprendizagem, como compreender conceitos como composto, íon, carga, entropia e solubilidade, identificar a carga do íon, interpretar enunciados, decodificar tabelas, utilizar a linguagem química, realizar cálculos matemáticos e utilizar unidades de concentração. Para trabalhar essas dificuldades, os alunos foram estimulados a expor, questionar e testar suas ideias sobre o fenômeno em estudo, possibilitando aprender com os próprios erros e refletir sobre a estratégia de organização dos modelos científicos explicativos que utilizam. Desse modo, as atividades e as informações sobre as dificuldades de aprendizagem apresentadas neste trabalho precisam ser objeto de reflexão crítica, pois podem ajudar os alunos no processo de aquisição do conhecimento sobre o conteúdo de soluções e os professores no planejamento de suas aulas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALBINO OLIVEIRA NUNES - IFRN
Externo ao Programa - 1718598 - FERNANDA MARUR MAZZE
Externo ao Programa - 1298849 - MARCIA TEIXEIRA BARROSO
Presidente - 345799 - OTOM ANSELMO DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - PATRICIA MENDONCA PIMENTEL - UFERSA
Notícia cadastrada em: 11/02/2015 14:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao