PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de DEFESA: JOÃO LEONARDO FREITAS OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO LEONARDO FREITAS OLIVEIRA
DATA: 26/01/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aula 3F1
TÍTULO:

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES BASEADOS EM VERMICULITA MODIFICADA COM FERRO: APLICAÇÃO EM PROCESSOS DO TIPO FOTO-FENTON.


PALAVRAS-CHAVES:

Vermiculita; Akaganeita; Troca Catiônica; Foto-Fenton.


PÁGINAS: 82
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Físico Química Inorgânica
RESUMO:

As argilas são materiais com propriedades particulares que as tornam promissoras para diversos estudos. Neste trabalho foi utilizada a argila vermiculita como suporte para compostos de ferro, com intuito de obter materiais promissores para aplicações no processo do tipo foto-Fenton heterogêneo. Ao todo, o estudo contou com seis sólidos, partindo da vermiculita (V0) obteve-se a vermiculita calcinada (V0-C), o material misto (V0/β-FeOOH) formado por vermiculita mais akaganeita, vermiculita trocada (V0t-C), vermiculita impregnada por via úmida (V0u-C) e a V0u-CL que representa o sólido obtido por impregnação com uma posterior lavagem. Os sólidos do estudo tiveram suas características físico-químicas investigadas pelas seguintes técnicas de caracterização: Difratometria de raios-X (DRX), espectroscopia de infravermelho (IV), espectroscopia de energia dispersiva (EDS), espectroscopia no UV-Vis por reflectância difusa (UV-Vis RD), análise termogravimétrica (TGA) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). O material V0 apresentou três fases distintas, sendo estas, a própria vermiculita, hidrobiotita e biotita, as duas últimas fases fazem parte do processo geológico de formação da vermiculita. Os sólidos obtidos após as modificações apresentaram aumento na quantidade de ferro presente na argila, sendo estas quantidades, importantes para aplicação em reações do tipo foto-Fenton. As micrografias e os dados de EDS, demonstram que após os tratamentos de adição do metal, o ferro foi intercalado na estrutura da vermiculita para os sólidos V0t-C e V0u-C, no entanto, o mesmo não ocorreu com material misto. No processo foto-Fenton, observou-se uma remoção máxima de 88,8% da coloração do corante azul de metileno para o catalisador V0/β-FeOOH, enquanto que para os outros sólidos obteve-se valores entre 76,8 e 62,6%, contra apenas 37,8% de descoloração sem presença de catalisador. Portanto, conclui-se que a argila vermiculita apresenta-se como um bom catalisador e suporte para o ferro, além de apresentar um baixo custo devido sua elevada abundância.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo à Instituição - GLAUBER JOSE TUROLLA FERNANDES - CTGás
Externo à Instituição - LUIZ DI SOUZA - UERN
Interno - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Notícia cadastrada em: 16/01/2015 16:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao