Banca de QUALIFICAÇÃO: JUSSARA APARECIDA DE MELO GONDIM FERREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JUSSARA APARECIDA DE MELO GONDIM FERREIRA
DATA: 10/12/2014
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório do Química 3
TÍTULO:

DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DO CONTEÚDO DE SOLUÇÕES: proposta de ensino contextualizada


PALAVRAS-CHAVES:

dificuldades; soluções; atividades; contextualização


PÁGINAS: 130
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

Esta pesquisa destina-se a obter elementos que contribuam para o entendimento do processo de aquisição de conhecimentos relacionados ao conteúdo de soluções, visando superar dificuldades de aprendizagem por estudantes do curso de Licenciatura em Química modalidade a Distância da UFRN. O conteúdo de soluções é muito importante, pois a maioria dos experimentos é realizada com os reagentes no meio aquoso, sendo também necessário para o entendimento de outros conteúdos como transformações químicas, eletroquímica e equilíbrio químico. O problema observado é que os alunos, tanto os do nível médio como os que iniciam a escolarização no ensino superior, geralmente apresentam muita dificuldade em estabelecer relação entre a composição das substâncias e as suas propriedades. Essas dificuldades estão associadas a não diferenciação entre os níveis de análise macro e submicroscópico. Além disso, muitos não conseguem solucionar problemas quantitativos que exigem o estabelecimento de relações estequiométricas. A tese defendida é que o uso de estratégias de ensino de forma contextualizada que promovam a participação ativa do alunado pode favorecer a superação de dificuldades de aprendizagem sobre soluções de estudantes do curso de licenciatura do ensino superior da modalidade a distância. Foram analisados os materiais didáticos impressos do curso de química a distância da UFRN para verificar se contribuem como origem das referidas dificuldades, identificadas as principais dificuldades dos alunos relacionadas à aprendizagem do conteúdo de soluções e, por fim, o planejamento, aplicação e avaliação de uma sequência de atividades para trabalhar o conteúdo de soluções de forma contextualizada. De acordo com a análise realizada, foi comprovado que o material didático em questão apresenta corretamente os conceitos, a abordagem submicroscópica, referências bibliográficas, experimentos, entre outros, que favorecem o melhor desempenho dos alunos. Portanto, essa ferramenta importante não pode ser considerada como fator causal das dificuldades de aprendizagem apresentadas pelos alunos participantes deste estudo. No entanto, mostra-se insuficiente para que essas mesmas dificuldades sejam superadas. Após levantamento bibliográfico, foi observado que dificuldades em compreender o nível submicroscópico e os conceitos envolvidos, diferenciar fenômenos físicos e químicos, utilizar a linguagem química, explicar a solubilidade molecular e solucionar problemas quantitativos, são presentes e comuns aos estudantes de diferentes épocas, culturas e nacionalidades. Assim, o conhecimento dessas dificuldades auxiliou no planejamento da intervenção didática no formato de um minicurso constando de atividades como apresentação de vídeo, aula expositiva dialogada, aplicação de questionários e exercícios e experimento. O minicurso aplicado foi bem avaliado pelos alunos, apesar de apresentarem muitas dificuldades de aprendizagem, semelhantes ao levantamento bibliográfico. As principais dificuldades citadas pelos participantes estão relacionadas a identificar os dados, decodificar tabelas, relacionar conceitos, interpretar os dados e as informações, algumas relacionadas aos procedimentos que utilizaram para responder os exercícios. Por outro lado, foram inferidas como principais dificuldades dos alunos a relação de conceitos como carga, entropia e solubilidade, interpretar conceitos de composto e íon, identificar a carga do íon, interpretar o enunciado, decodificar tabelas, utilizar a linguagem química, realizar cálculos matemáticos, utilizar unidades de concentração e montar a tabela da regra de três. Desse modo, as atividades e as informações sobre as dificuldades de aprendizagem apresentadas nesse trabalho podem ajudar os alunos no processo de aquisição do conhecimento sobre o conteúdo de soluções e os professores no planejamento das suas aulas. Uma sugestão é que os dados desta pesquisa sejam disponibilizados aos alunos e professores do curso de Licenciatura em Química da UFRN, modalidade a Distância. Assim, este trabalho está estruturado em sete capítulos: introdução, percurso metodológico, aspectos teóricos sobre soluções, educação a distância e material didático, dificuldades de aprendizagem dos alunos, proposta de atividades de intervenção e considerações finais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 345799 - OTOM ANSELMO DE OLIVEIRA
Interno - 1530500 - ANA CRISTINA FACUNDO DE BRITO PONTES
Externo ao Programa - 1718598 - FERNANDA MARUR MAZZE
Externo ao Programa - 3321606 - MARCIA GORETTE LIMA DA SILVA
Externo ao Programa - 1298849 - MARCIA TEIXEIRA BARROSO
Notícia cadastrada em: 25/11/2014 15:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao