Banca de DEFESA: CARLOS ANTÔNIO DE ALBUQUERQUE PINHEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS ANTÔNIO DE ALBUQUERQUE PINHEIRO
DATA: 25/10/2014
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

ALQUILAÇÃO DE TOLUENO COM PROPENO, ATRAVÉS DE COMPLEXO DE FE(II) BETA-DIIMINA HOMOGÊNEO E HETEROGENEIZADO EM MCM41, ALMCM41 E SBA15


PALAVRAS-CHAVES:

Alquilação; MCM41; complexo de Fe(II) Betadiimina; tolueno; propeno


PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Cinética Química e Catálise
RESUMO:

Este trabalho descreve a síntese e aplicação de catalisadores de ferro homogêneos e heterogeneizados na reação de alquilação do tolueno com propeno,  empregando planejamento de experimentos.

O complexo homogêneo foi obtido através da síntese do ligante orgânico seguida da  complexação de cloreto de ferro(II).

Quanto aos complexos heterogeizados, inicialmente foram sintetizados suportes inorgânicos (SBA-15, Al-MCM41 e MCM-41). Em seguida sintetizou-se novamente o ligante orgânico, que através de funcionalização com o cloropropiltrimetoxisilano (CPTMS), foi ancorado ao suporte previamente calcinado. A estes ligantes ancorados, foi complexado cloreto de ferro(II)solubilizado em THF.

A caracterização do ligante orgânico foi realizada através de ressonância magnética nuclear (RMN) e espectrometria na região do infravermelho (IV). Os suportes foram submetidos a difratometria de raio-x (DRX), isoterma de adsorção de nitrogênio (antes e depois do ancoramento), termogravimetria e IV. Quanto ao conteúdo metálico, foi observado através de espectrofotometria de absorção atômica (AAS).

Os complexos foram testados em reações catalíticas empregando-se EASC (sesquicloreto de etilalumínio) como co-catalisador em reator de aço, sob agitação mecânica. As condições reacionais variaram entre 4 e 36 ºC, uma razão alumínio/ferro de 100 à 300, sempre sob 6 atmosferas de pressão e com 30 minutos de tempo reacional. Os produtos das reações catalíticas foram analisados através de cromatografia gasosa.

Os catalisadores se mostraram ativos tanto em meio homogêneo como heterogeneizados nos suportes. Em algumas condições, os complexos catalíticos suportados apresentaram melhores atividades que o homogêneo, com valores de até 7,48 x 103 h-1.

 Adicionalmente, foi possível determinar uma equação, para o sistema homogêneo, que relaciona a quantidade de produto em função da temperatura reacional.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - KATIA BERNARDO GUSMÃO - UFRGS
Interno - 1958858 - LUIZ HENRIQUE DA SILVA GASPAROTTO
Presidente - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Externo ao Programa - 2087667 - TIAGO PINHEIRO BRAGA
Notícia cadastrada em: 24/09/2014 10:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao