PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALBINO OLIVEIRA NUNES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALBINO OLIVEIRA NUNES
DATA: 03/06/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

POSSIBILIDADES DE ENFOQUE CTS PARA O ENSINO SUPERIOR DE QUÍMICA: PROPOSTA DE UMA ABORDAGEM PARA ÁCIDOS E BASES.


PALAVRAS-CHAVES:

Ácidos e Bases, Material Didático, Ensino Superior, Química Geral, CTS.


PÁGINAS: 220
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

A educação científica tem passado por um período de redefinições, contestações e novas contribuições oriundas da pesquisa em ensino de ciências. Um dos aportes é a ideia de um letramento científico e tecnológico que não apenas permita ao cidadão conhecer a ciência, mas também compreender aspectos sobre a construção e motivações da pesquisa científica e tecnológica. Em consonância com esse pensamento, temos o movimento Ciência-Tecnologia-Sociedade que, desde a década de 70, vem contribuindo para o ensino e aprendizagem de ciências nos moldes de uma compreensão das interrelações com a sociedade, nos países ocidentais do hemisfério norte. Aqui no Brasil, esse enfoque começou a ganhar projeção a partir da década de 90, quando ocorreram as publicações das primeiras dissertações sobre o tema. Atualmente, percebe-se claramente a influencia desse enfoque nas orientações curriculares nacionais para a área de ciências naturais e exatas, e também nos livros adotados pelo Programa Nacional do Ensino Médio. Parece, no entanto, haver uma lacuna, no tocante à discussão dos componentes curriculares específicos ofertados no ensino superior sob esse enfoque. Assim, neste trabalho propôs-se a inserção do enfoque CTS, mediante a elaboração de material didático complementar, sobre os conceitos de ácidos e bases estudados na disciplina Química Geral, voltado às licenciaturas de ciências naturais. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica cujo objetivo era construir o estado da arte sobre esses conceitos na literatura específica de ensino de ciências, subdividido em duas etapas: estudo sistemático (com dezesseis periódicos escolhidos segundo o Qualis-Capes) e um estudo assistemático com busca direta em bases de dados e referências encontradas citadas nos artigos do estudo sistemático. Os trabalhos encontrados foram analisados segundo análise de conteúdo nos quais as categorias escolhidas a priori foram o nível de ensino, a teoria ácido-base adotada e a estratégia/referencial teórico de ensino adotado. Uma segunda etapa foi a identificação das atitudes e crenças CTS (Ciência-Tecnologia-Sociedade) e QSA (Química-Ambiente-Sociedade) de estudantes de cursos de formação de professores e tecnológicos em três instituições distintas: UTFPR, UFRN e IFRN. Nesse estudo foram utilizados dois questionários, compostos respectivamente por uma escala de Likert, uma escala de diferencial semântico e questões abertas. A confiabilidade dos dados quantitativos foi estimada pelo método do alfa de Cronbach, e os dados tratados segundo a estatística clássica, usando como medidas de centralidade a média e, de dispersão, o desvio médio. Os dados qualitativos foram abordados segundo a análise de conteúdo, com categorias que emergiram da leitura das respostas. Na terceira etapa foi analisada a presença de conteúdo CTS e QSA nos capítulos que abordavam os conceitos de ácidos e bases em nove livros de Química Geral, frequentemente usados nos cursos superiores de instituições públicas do Rio Grande do Norte. Os resultados mostram que há pouca presença de propostas com enfoque CTS e QSA para o ensino sobre ácidos e bases, e estando essas voltadas ao ensino médio ou para as disciplinas de Instrumentação para o Ensino, não sendo encontrada nenhuma proposta para a disciplina de Química Geral. As atitudes e crenças dos estudantes indicam a presença de uma visão positivista, apoiada nos mitos da neutralidade de C&T e na perspectiva salvacionista de sua intervenção. A análise dos livros revelou que quase não se encontram conteúdos CTS e QSA nos capítulos analisados e, quando encontrados, eles estão apresentados de maneira desconexa com o corpo de texto principal. Por fim, como proposta para contribuir com a solução do problema de ausência de propostas CTS nos livros de Química Geral, assim como as atitudes positivistas dos estudantes, foi desenvolvido um material didático a ser usado na disciplina de Química Geral no Ensino Superior. O material está estruturado para trazer uma visão histórica da elaboração dos conceitos, apresentar o uso dos materiais, dos processos industriais e tecnológicos e as consequências socioambientais dessas atividades, primando pela compreensão em consonância com elementos da filosofia da ciência.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 345799 - OTOM ANSELMO DE OLIVEIRA
Interno - 1530500 - ANA CRISTINA FACUNDO DE BRITO PONTES
Externo ao Programa - 1753033 - CARLA GIOVANA CABRAL
Externo ao Programa - 1630751 - JOSIVANIA MARISA DANTAS
Externo ao Programa - 1752887 - MIDORI HIJIOKA CAMELO
Notícia cadastrada em: 07/05/2014 07:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao