PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: VIVIANE DE OLIVEIRA CAMPOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VIVIANE DE OLIVEIRA CAMPOS
DATA: 13/12/2013
HORA: 15:00
LOCAL: Escola de Ciências & Tecnologia, 1o andar - sala 07
TÍTULO:

Síntese e Caracterização de Redes Metalorgânicas baseadas em Zinco e ácidos 1,4-H2BDC e 1,3-H2BDC


PALAVRAS-CHAVES:

redes metalorgânicas, MOF-5, interpenetração, síntese hidro(solvo)térmica, microondas


PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Compostos Organo-Metálicos
RESUMO:

Redes Metalorgânicas (MOFs) são estruturas supramoleculares constituídas de íons ou clusters metálicos coordenados com ligantes orgânicos que se repetem em duas (2D) ou três (3D) dimensões. Essas estruturas tem atraído muita atenção devido às suas propriedades, como por exemplo, baixa densidade, elevada área superficial específica e elevado volume de poro livre. Neste trabalho foram sintetizadas MOFs formadas por clusters metálicos de zinco conectados por ligantes ditópicos, ácido tereftálico (1,4-H2BDC) ou isoftálico (1,3-H2BDC). Para a obtenção dos materiais propostos foram testadas diferentes rotas e parâmetros de síntese, tais como, tempo de reação, razão molar dos precursores, adição de moléculas de molde, tipo de solvente, adição de base orgânica ou do contra-íon do sal de Zn. Constatou-se que a variação destes parâmetros pode conduzir a formação de diferentes estruturas metalorgânicas. Os sólidos obtidos foram caracterizados por DRX, MEV e IV. Para as amostras onde foi identificada a rede metalorgânica MOF-5 verificou-se a existência de porções de estrutura interpenetrada, assim como de estrutura não interpenetrada. Estas amostras apresentaram baixa estabilidade, convertendo-se totalmente em outra estrutura num período de tempo inferior a 24 h. A dopagem com níquel e/ou cobalto mostrou-se promissora para o aumento de estabilidade da MOF-5, a qual foi identificada mesmo após 15 dias de exposição ao ar. Dentre as amostras preparadas com 1,3-H2BDC apenas uma estrutura foi identificada, com base nos bancos de dados conhecidos, levando a crer que as outras redes metalorgânicas obtidas apresentam estruturas inéditas.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1754300 - BRAULIO SILVA BARROS
Interno - 1958858 - LUIZ HENRIQUE DA SILVA GASPAROTTO
Externo à Instituição - JOANNA ELZBIETA KULESZA - UFPE
Notícia cadastrada em: 12/12/2013 09:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao