Banca de QUALIFICAÇÃO: SUSANA CECAGNO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SUSANA CECAGNO
DATA: 22/03/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) – Videoconferência para UFRN.
TÍTULO:

GESTÃO DA QUALIDADE PARA A MELHORIA DA ASSISTÊNCIA DO PRÉ-NATAL


PALAVRAS-CHAVES:

pré-natal, gestão, ciclo externo de melhoria da qualidade


PÁGINAS: 33
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Introdução: A gestação é um período singular na vida das mulheres, e necessita de uma assistência obstétrica de qualidade,  com  ações  de  promoção  da  saúde  e  proteção  de agravos,  visando  a  prevenção  da  morbidade  e  mortalidade  materna  e  neonatal.

Objetivo: Avaliar  e  melhorar  a  qualidade  da  atenção  de  pré-natal,  no  que  tange  aos cuidados  com  infecção  urinária  na  gravidez,  por  meio  da  implantação  de  um  ciclo externo  de  melhoria  da  qualidade  no  município  de  Cacoal/Rondônia.  Metodologia: Trata-se de um estudo de natureza quantitativa, retrospectiva e  documental. Aplicou-se um ciclo externo de melhoria da qualidade, com avaliações de 05 critérios de qualidade e  02  indicadores  sentinela:  número  absoluto  de  óbitos  perinatais  e  número  de  óbitos neonatais precoce. Foram realizadas  duas avaliações, com temporalidade de 03 meses entre elas, e dois monitoramentos tipo  Lot Quality Acceptance Sampling  –  LQAS. Entre a primeira e a segunda avaliação, aplicou-se uma intervenção participativa, planejada e norteada  pelos  resultados  da  primeira  avaliação.  As amostras  de  cada  critério  foram aleatórias e constituídas por 120 amostras. Para a coleta de dados utilizou-se cartões de gestantes  compreendidas  entre  a  36º  e  42º  semana  gestacional.  Com  intuito  de identificar  o  nível  de  qualidade,  foi  empregada  a  Estimativa  pontual  e  Intervalo  de Confiança  (95%)  do  cumprimento  dos  critérios.  E,  visando  a  comprovação  da

efetividade da intervenção, foram  calculadas as Melhorias Absoluta e Relativa entre a primeira e  a segunda  avaliação,  assim como a sua significação estatística com teste z unilateral.  Resultados: Todos  os  critérios  tiveram  níveis  de  melhoria  nos  seus desempenhos.  Os  critérios  1,  2  e  4  alcançaram  um  percentual  acima  de  65%  nas amostras analisadas. Porém, o critério 3, apesar da melhora, ainda demonstra fragilidade no seu cumprimento (34,56%). Com relação aos indicadores sentinela, ambos os óbitos perinatais  e  neonatais  precoce  tiveram  redução  de  30%  do  número  de  casos  entre  os anos de 2014 e 2015.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ELAINE THUMÉ - UFPel
Presidente - 2626690 - JANETE LIMA DE CASTRO
Interno - 1868020 - ZENEWTON ANDRE DA SILVA GAMA
Notícia cadastrada em: 14/03/2016 14:15
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao