Banca de DEFESA: ELENISE BARRETO BARBOSA ANUNCIACAO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELENISE BARRETO BARBOSA ANUNCIACAO
DATA: 23/07/2013
HORA: 14:00
LOCAL: sala de aulas PPGCEM
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE MATERIAL CERÂMICO, A PARTIR DO APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS, ORIUNDOS DA PRODUÇÃO DE CORPOS DE FUSÍVEIS

 


PALAVRAS-CHAVES:

fusíveis; reciclagem cerâmica; porcelana elétrica

 


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Em virtude da ação do mundo produtivo e das demandas da população, a geração de resíduos vem crescendo nos países industrializados e a destinação dos resíduos industriais, é um grave problema ambiental, além do esgotamento das reservas de recursos naturais. Uma forma de preservação ambiental é o reaproveitamento de materiais, por exemplo , o material cerâmico do corpo dos fusíveis pode ser utilizado em massas cerâmicas para a aplicação em porcelanas elétricas. Para a realização do reaproveitamento foi necessário um estudo quanto às características e propriedades do material com preparação de amostras e caracterização da mesma. Os corpos dos fusíveis tipo D, foram quebrados e colocados num moinho de bolas para realizar a moagem, depois foi passado em uma peneira a 200 Mesh. A massa cerâmica foi desenvolvida com as seguintes matérias primas: argila caulinítica (argilominerais), feldspato e o resíduo+quartzo. Todas as matérias primas foram colocadas em 200 Mesh e depois se realizou a mistura e nova moagem a úmido para a obtenção da massa cerâmica passante em 325 Mesh. As variáveis estudadas foram as formulações e temperaturas do processo de sinterização, para isso foram confeccionados corpos de prova com 4 formulações diferentes e queimados com as seguintes temperaturas: 1100°C, 1150°C, 1200°C, 1225°C e 1250°C. Realizados os ensaios de retração linear, porosidade, absorção de água, resistência a flexão a três pontos, medição de resistência de isolação elétrica e as análises de Difração de raio X e Fluorescência de raio X se determinou os melhores resultados para as formulações propostas e temperaturas de sinterização.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1300987 - CARLOS ALBERTO PASKOCIMAS
Externo à Instituição - MARCIO LUIZ VARELA NOGUEIRA DE MORAES - IFRN
Externo à Instituição - RICARDO PEIXOTO SUASSUNA DUTRA - UFPB
Presidente - 1350249 - RUBENS MARIBONDO DO NASCIMENTO
Interno - 1149564 - WILSON ACCHAR
Notícia cadastrada em: 23/07/2013 08:46
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao