Banca de QUALIFICAÇÃO: IRANTECIO MENDONCA FERREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IRANTECIO MENDONCA FERREIRA
DATA: 30/07/2012
HORA: 08:30
LOCAL: auditório do NUPPRAR
TÍTULO:

Estudo da estabilidade e permeabilidade de pastas espumadas com adição de aditivos leves


PALAVRAS-CHAVES:

 Cimentação, Permeabilidade, Estabilidade, Diatomita e Incorporador de ar. 


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Atualmente se busca a formulação de pastas de cimento mais leves de forma a se obter melhor aderência cimento-meio porosos e melhor isolamento hidráulico, aliado aos parâmetros como coeficiente de fricção e a propriedade tixotrópica. O cimento espumado, mistura de cimento convencional com incorporador de ar, vem se mostrando um material alternativo para esta aplicação em que a perda de pressão hidrostática causada durante o processo de hidratação causa uma expansão das bolhas de gás, mantendo o grau de contato cimento-meio poroso, diferentemente do que ocorre com o cimento convencional, onde esse contato é desfavorecido. A maior coesão entre o cimento e o meio poroso (formação rochosa) faz com que haja uma maior estabilidade da pasta, impedindo a perda de água do cimento no estado fresco para o meio poroso. O presente trabalho tem como objetivo estudar a estabilidade e a permeabilidade d e pastas de cimento com aditivos leves (diatomita e incorporador de ar), mostrando que o uso de pastas espumadas é tecnicamente viável, apresentando um custo compatível com outras soluções de cimentação em ambientes de baixo gradiente de fratura. Cimentações com pastas espumadas diferem das convencionais em um aspecto importante: mudanças volumétricas e de densidade dentro do fluido devido a presença da fase gasosa, já que as propriedades do fluido são agora dependentes da temperatura e da pressão de um determinado ponto da coluna de cimento. A diatomita é um mineral de origem sedimentar, que ocorre em zonas de formação lacustre ou marinha, constituída a partir do acúmulo de carapaças de algas diatomáceas que foram se fossilizando desde a época pré-cambriana, por meio dos depósitos de sílica sobre sua estrutura. Já os aditivos incorporadores de ar são produtos químicos tensoativos que possibilitam a redução da tensão ar/água e a dispersão do s finos e têm a função de introduzir pequenas bolhas de ar à pasta. Os resultados revelaram que é possível formular pastas leves com resistência mecânica satisfatória e de baixa permeabilidade, possibilitando a redução da pressão hidrostática na frente dos intervalos canhoneados, diminuindo o risco de fraturamento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1298936 - ANTONIO EDUARDO MARTINELLI
Interno - 349770 - DULCE MARIA DE ARAUJO MELO
Interno - 347420 - MARCUS ANTONIO DE FREITAS MELO
Notícia cadastrada em: 30/07/2012 08:01
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao