Banca de DEFESA: SAMARA MELO VALCACER

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAMARA MELO VALCACER
DATA: 23/03/2012
HORA: 08:00
LOCAL: sal de aula do PPGCEM
TÍTULO:

ESTUDO DA VIABILIDADE DO SISTEMA LZSA PARA USO COMO SELANTE DE PaCOS


PALAVRAS-CHAVES:

LZSA. CET. Selante. PaCOS.


PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Cerâmicos
RESUMO:

Pilhas a combustível de óxido sólido são sistemas capazes de converter energia de uma reação química diretamente em energia elétrica de maneira limpa, silenciosa e se diferenciam das demais técnicas por ter todos os seus componentes no estado sólido. Suas configurações geométricas mais comuns são: a tubular e a planar. A geometria planar além dos componentes usuais (anodo, catodo e eletrólito) necessita de interconectores e selantes. E a busca por materiais adequados para esses componentes é atualmente o maior desafio encontrado para a produção das pilhas. Os selantes precisam apresentar estabilidade química em altas temperaturas, provocar isolamento elétrico, ter coeficiente de expansão térmica compatível com os demais componentes. Por apresentarem essas características os materiais vitrocerâmicos são os mais recomendados para a aplicação. Neste trabalho o fez-se o estudo da substituição parcial da Al203 pela Zr02 no sistema LZS visando a formação do sistema LZSA, isso com a adição de espodumênio natural com 10, 20 e 30% em massa. As composições foram fundidas a uma temperatura de 1500°C e depois resfriadas rapidamente com o objetivo de continuarem amorfas. Cada composição foi moída para obtenção de um pó com diâmetro médio de aproximadamente 3µm e caracterizada pelas técnicas de DRX, FRX, MEV, dilatometria e granulometria. Posteriormente as amostras foram conformadas e tratadas termicamente com temperaturas no intervalo entre 700-1000 °C, com patamar de 10 minutos e 1 hora. As análises para as amostras tratadas foram: dilatometria, DRX, FRX, condutividade elétrica e aderência. Os resultados apontam para a viabilidade do uso do sistema LZSA para uso como selante uma vez que apresentaram bons resultados como isolantes elétricos, aderiram a um material com CET semelhante a dos componentes de uma PaCOS e apresentaram fases cristalinas estáveis.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 349801 - CARLSON PEREIRA DE SOUZA
Presidente - 345842 - UILAME UMBELINO GOMES
Notícia cadastrada em: 22/03/2012 18:45
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao