Banca de QUALIFICAÇÃO: MARAISA CRISTIANE DE OLIVEIRA LEITE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARAISA CRISTIANE DE OLIVEIRA LEITE
DATA : 20/01/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de aula do PPGCEM
TÍTULO:

EFEITOS DO ENVELHECIMENTO ACELERADO EM REVESTIMENTOS POLIMÉRICOS REFORÇADOS COM NANOCRISTAIS DE CELULOSE


PALAVRAS-CHAVES:

revestimento polimérico, nanocristais de celulose, envelhecimento acelerado, corrosão.


PÁGINAS: 72
RESUMO:

Um revestimento orgânico é um tipo de filme que forma uma barreira protetora entre o ambiente e o substrato. No entanto, defeitos nessa camada de revestimento fornecem caminhos pelos quais espécies corrosivas podem alcançar a superfície do metal. Fatores ambientais como umidade, temperatura, radiação UV e erosão por íons de sal podem alterar os revestimentos e levá-los à decomposição.  A inserção de nanopartículas pode agir através do efeito barreira devido, principalmente, ao seu alto grau de cristalinidade e elevada área superficial, proporcionando um aumento nos caminhos de difusão dos íons agressivos até o substrato metálico. O uso cada vez mais frequente destes revestimentos poliméricos nas mais diversas aplicações industriais gera uma preocupação com relação à influência das condições de serviço na durabilidade do material. Assim, o objetivo deste trabalho é estudar os efeitos do envelhecimento acelerado na proteção contra a corrosão de revestimentos orgânicos de epóxi reforçados com nanocristais de celulose. Os resultados de caracterização dos nanocristais de celulose mostraram que estes apresentam alta cristalinidade e formato de agulha, além de boa estabilidade térmica a altas temperaturas. Os resultados da análise dinâmico mecânica (DMA), apresentaram que a inserção dos nanocristais provocou um aumento no módulo de armazenamento e Tg, e uma diminuição no Tan delta, devido à boa interação epóxi/nanocristais. Os espectros de FTIR revelam que a adição dos nanocristais leva à formação de ligações de hidrogênio entre o reforço e a matriz epóxi, o que sugere que uma forte região interfase é formada. A inserção dos nanocristais na matriz epóxi promoveu uma queda na permeabilidade. Esse resultado também foi confirmado no ensaio de espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2042234 - ANA PAULA CYSNE BARBOSA
Interno - 1300987 - CARLOS ALBERTO PASKOCIMAS
Externo ao Programa - 1064594 - EVANS PAIVA DA COSTA FERREIRA
Notícia cadastrada em: 07/01/2020 14:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao