Banca de QUALIFICAÇÃO: JOAO JOSE MELO DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOAO JOSE MELO DOS SANTOS
DATA : 22/07/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aulas do PPGCEM
TÍTULO:

EFEITO DA ATIVAÇÃO QUÍMICA DE WHISKERS DE CELULOSE NAS PROPRIEDADES TÉRMICAS E MECÂNICAS DE NANOBIOCOMPÓSITOS DE PLA/CNC


PALAVRAS-CHAVES:

nanocompósitos, nanocristais de celulose, poli(ácido lático), peróxido de dicumila, reômetro de torque.


PÁGINAS: 73
RESUMO:

Nanocompósitos de matriz polímérica e nanoreforço biodegradável são uma alternativa promissora de desenvolvimento tecnológico para substituir compósitos convencionais com vantagens ambientais como biodegradabilidade, além de boa processabilidade e propriedades mecânicas e térmicas adequadas para várias aplicações. Um grande desafio no processamento dos nanocompósitos é evitar a formação de agregados da fase de reforço, por exemplo nanofibras, dentro da matriz polimérica, que ocasiona defeitos e, consequentemente, a redução de propriedades do produto final. Nesta pesquisa foram preparados nanocompósitos com matriz polimérica de poli(ácido lático) (PLA) e nanocristais de celulose (CNC) utilizando agente reticulante peróxido de dicumila (DCP) e compatibilizante ácido lático (AL) associados ao catalisador octoato de estanho (Sn(Oct)2) e a base trifenilfosfina (P(C6H5)3). Na abordagem proposta, o compatibilizante dentro do sistema reativo no processo de extrusão reativa forma numa polimerização in situ um polímero de baixa massa molar, que combinado com o agente reticulante, favorece a formação de pontos reativos na superfície do PLA, como também, dos CNC. Esses pontos reativos, fundamentais no processo de enxertamento entre o PLA/CNC, foram investigados por meio de espectroscopia na região do infravermelho com transformada de Fourier (FTIR) e a distribuição dos CNC na matriz de PLA foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura com emissão de campo (MEV-FEG). Os resultados de análises térmicas indicaram que a adição de CNC associado aos agentes compatibilizantes melhorou a estabilidade térmica em relação ao polímero puro. Imagens de MEV-FEG da superfície de fratura dos nanocompósitos permitem verificar que os CNC foram incorporados na forma de fibras individualizadas e resvestidas pela fase matriz. Os nanocompósitos com e sem peróxido de dicumila (DCP) com a adição de ácido lático (AL) à 1% m/m apresentaram as melhores propriedades mecânicas quando comparadas às demais formulações e ao PLA puro, porém, as formulações PCAL1_0,0045 (PLA+CNC+AL) e PCDAL1_0,0045 (PLA+CNC+DCP+AL) apresentaram os maiores valores de módulo de elasticidade, com destaque para a formulação PCAL1_0,0045 que obteve maior módulo de elasticidade e resistência à tração.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - AMELIA SEVERINO FERREIRA E SANTOS - UFPB
Interno - 1300987 - CARLOS ALBERTO PASKOCIMAS
Presidente - 1202134 - JOSE DANIEL DINIZ MELO
Interna - 1755267 - MARIA CAROLINA BURGOS COSTA DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 12/07/2019 12:08
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao