Banca de DEFESA: FRED GUEDES CUNHA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRED GUEDES CUNHA
DATA : 20/05/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Laboratório de Cimentos
TÍTULO:

Efeito da adição de fibras como reforço de concreto leve formulado usando múltiplos resíduos


PALAVRAS-CHAVES:

Concretos; Resíduos de calcário, porcelanato e borracha; Fibras de aço, polipropileno; vidro e carbono.


PÁGINAS: 105
RESUMO:

A destinação final dos resíduos originários das atividades extrativistas minerais, bem como da indústria de transformação, tem sido motivo de preocupação para os órgãos governamentais do mundo todo que lidam com o meio ambiente. O uso de adições, dos mais variados tipos, em concretos, é um tema bastante estudado por vários pesquisadores que buscam características de redução do consumo de cimento para redução de custos, aumento da durabilidade, aproveitamento de resíduos para redução da poluição ambiental, além do aumento das suas resistências mecânicas. Ao considerarmos estes aspectos, torna-se cada vez mais necessária a busca por materiais alternativos, que possam diminuir custos, preservar recursos naturais, diminuir a poluição ambiental, ao se dispensar resíduos no ambiente, e também, agregar características positivas ao concreto tais como: melhor desempenho e maior durabilidade. Diante desse quadro, procura-se, neste trabalho, analisar os efeitos das fibras de aço (FA), polipropileno (FPP), vidro (FV) e carbono (FC) sobre a massa específica real, índices de vazios, teor de absorção de água, trabalhabilidade, resistência à compressão, resistência à tração na flexão, resistência a fratura e tenacidade de um concreto leve, produzido com argila expandida e adição de resíduos de borracha de pneus, pó de calcário e pó do polimento de porcelanato. Para tanto, foram adicionadas as fibras supracitadas ao concreto leve residual em teores de 0,2%, 0,4% e 0,6%, em relação ao volume do material. Um concreto leve residual com resistência à compressão aos 28 dias de 32 MPa foi produzido para servir de referência. Os resultados indicaram uma diminuição na trabalhabilidade, na resistência à compressão e na massa específica real para todos os concretos investigados, enquanto houveram aumentos no índice de vazios, teor de absorção de água e nas resistências aos esforços de flexão e fratura, bem como na tenacidade.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1298936 - ANTONIO EDUARDO MARTINELLI
Externo ao Programa - 346779 - LEONARDO FLAMARION MARQUES CHAVES
Externo ao Programa - 2351540 - PAULO ALYSSON BRILHANTE FAHEINA DE SOUZA
Externo à Instituição - WENDELL ROSSINE MEDEIROS DE SOUZA - UFERSA
Externo à Instituição - ZODINIO LAURISA MONTEIRO SAMPAIO - UNIFACEX
Notícia cadastrada em: 09/05/2019 08:52
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao