Banca de DEFESA: YARA FELICIANO GOMES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : YARA FELICIANO GOMES
DATA : 23/02/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

Síntese e Caracterização do pigmento azul YInMnO usando Método de Polimerizacão de Complexos (MPC)


PALAVRAS-CHAVES:

YInO3, manganês , pigmentos azuis, reação do estado sólido, método de polimerização de complexos (MPC).


PÁGINAS: 100
RESUMO:

O sistema YIn1-x MnxO3, descoberto em 2009, vem se destacando por ser um pigmento azul brilhante, sendo uma opção em aplicações na indústria cerâmica e de tintas. Estes pigmentossão promissores quanto à refletividade, durabilidade, economia energética e produzidos a baixo custo.  Este trabalho foi dividido em duas etapas: a primeira consistiu na validação do método de polimerização de complexos (MPC) em que foram calcinados os pós YIn1-x MnxO3 (x= 8, 12 e 16 % molar) a temperaturas de 800 ºC, 900 ºC e 1000ºC, por 4 horas, caracterizados por análise Termogravimétrica (TG/DTA), Difração de Raios-x (DRX), Método Rietveld (MR), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Espectroscopia de Uv-vis e Coordenadas CIEL*a*b* queconfirmaram a faixa de  absorção máxima de 400 a 520 nm para o azul na temperatura de 900 ºC e 1000 ºC. A segunda etapa foi o estudo da influência do teor dos dopantes, temperatura e eficiência energética, comparando os métodos MPC e a reação do estado sólido, o mesmo, muito utilizado na indústria de pigmentos. As temperaturas de calcinações foram padronizadas a 800 ºC, 900 ºC, 1000 ºC, 1100 ºC, 1200 ºC e 1300 ºC por 12 horas. Os resultados do Raio-X,  MR mostraram que os pós sintetizados em todas as temperaturas até 1300 ºC possuem fase única de YIn2O3, com a carta JCPDS (70- 133), estrutura hexagonal, e, picos de cristalização menores, também confirmados pelo MR. O CIEL*a*b* demonstrou que os pós, quando comparados através de CPM e reação do estado sólido, exibem a mesma coloração temperatura de 1300 ºC, observando uma mudança de azul claro para mais escuro. O MPC demonstrou eficiência a baixas temperaturas com uma cor azul brilhante, refletindo mais de 80%, a menor absorção na espectroscopia do infravermelho NIR, menos acumulação de calor e, portanto, menor custo de resfriamento (isto é, "pigmentos frescos") a temperatura de 1000 ºC, destacando vantagens para aplicação em baixas temperaturas, com eficiência energética e econômica e, portanto, sendo promissores para o seu uso na indústria cerâmica e de tintas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1802888 - FABIANA VILLELA DA MOTTA
Externo ao Programa - 2941160 - JOSE HERIBERTO OLIVEIRA DO NASCIMENTO
Externo à Instituição - MARIA INES BASSO BERNARDI - USP
Interno - 1883170 - MAURICIO ROBERTO BOMIO DELMONTE
Externo à Instituição - THARSIA CRISTIANY DE CARVALHO COSTA - IFBA
Notícia cadastrada em: 17/01/2018 08:34
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao