Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA CAROLINA MARÇAL PIRES FERREIRA LUCAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA CAROLINA MARÇAL PIRES FERREIRA LUCAS
DATA : 27/02/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório NUPPRAR
TÍTULO:

Diagnóstico de uma contaminação por derivado de petróleo no solo e na água subterrânea em um Terminal Aquaviário: Estudo de caso na cidade de Natal-RN.


PALAVRAS-CHAVES:

 Indicativos de contaminação, Compostos Orgânicos Voláteis,hidrocarbonetos de petróleo.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

A Unidade de Terminais Aquaviários tem como função principal receber, armazenar e distribuir petróleo, derivados e combustíveis renováveis líquidos, garantindo o abastecimento dos mercados nacional e internacional. A grande movimentação logística gerada pela exploração, beneficiamento, armazenagem, transporte e comercialização do petróleo e seus derivados vem gerando preocupações relacionadas à sua potencialidade de contaminação do ambiente. Por causa dos inúmeros acidentes com derramamento de combustíveis, os quais ocasionam contaminações de solos e águas por hidrocarbonetos derivados de petróleo, torna as pesquisas neste contexto um desafio para os profissionais que atuam na área, em função da complexidade de interações que ocorrem no solo e na água. O Terminal, objeto de estudo, fica localizado na cidade de Natal-RN e ocupa uma área de 110.000 m2. O estudo visa avaliar a contaminação do solo e água subterrânea por derivados de petróleo na bacia do tanque 1430-04, caracterizando a presença de substâncias com potencial de contaminação no solo e água subterrânea através da coleta de amostras do solo e água distribuídas para análise dos parâmetros TPH fracionado, BTEX, VOC, SVOC e Metais. Como também, a análise dos parâmetros físicos do solo (granulometria, porosidade total e efetiva, densidade de partículas e total do solo, umidade natural) e fração de carbono orgânico. As análises químicas das amostras de solo não apresentaram concentrações dos parâmetros analisados (TPH, BTEX, VOC, SVOC e Metais). Nas amostras de água subterrâneas foram detectadas concentrações de benzeno, além de xilenos e TPH. Para os metais, foram detectados concentrações de chumbo, além do ferro. Já para os metais dissolvidos apenas o chumbo apresentou concentrações acima dos valores de investigação. Todos os resultados das análises químicas foram comparados com os valores da Resolução CONAMA 420/2009. 



MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 348475 - DJALMA RIBEIRO DA SILVA
Interno - 349770 - DULCE MARIA DE ARAUJO MELO
Presidente - 6347420 - MARCUS ANTONIO DE FREITAS MELO
Notícia cadastrada em: 17/02/2017 15:00
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao