Banca de QUALIFICAÇÃO: FÁBIO GUSTAVO LIMA PEREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FÁBIO GUSTAVO LIMA PEREIRA
DATA : 22/12/2016
HORA: 09:30
LOCAL: Sala de de reunioes PPGCEM
TÍTULO:

Fadiga e fratura da superliga à base de níquel, Inconel 625, submetida a razão de carga R = -1.


PALAVRAS-CHAVES:

Mecanismo de falha. Superliga à base de níquel. Curva
S-N.


PÁGINAS: 100
RESUMO:

A fadiga dos materiais é o mecanismo de falha na presença de tensões cíclicas. Durante esse processo, falhas superficiais e/ou concentradores de tensões podem levar à nucleação de trincas, as quais se propagam até provocar a fratura do componente após um número suficiente de ciclos. Esse mecanismo de falha tornou-se progressivamente importante na medida em que o avanço tecnológico possibilitou a
implementação de um número maior de estruturas sujeitas a diferentes modos de carregamento e vibrações, como por exemplo os equipamentos utilizados na indústria do pré-sal. Novos materiais estão sendo desenvolvidos especialmente para esse setor, tendo de atender especificações que satisfaçam as exigências desses ambientes severos. Exemplos de materiais empregados sob tais circunstâncias são as ligas resistentes à corrosão contendo níquel. Neste contexto, o presente trabalho teve a intenção de avaliar o comportamento da superliga à base de níquel, Inconel 625, sob razão de carga R igual a -1, além de tipificar suas propriedades mecânicas e microestruturais. A caracterização mecânica, microestrutural e morfológica do Inconel foi analisada em ensaios de fadiga axial, tração, dureza, microscopia óptica, MEV e
DRX. Os resultados indicaram que o Inconel 625 é capaz de associar alta resistência mecânica e dureza moderada a uma boa ductilidade. A difratometria permitiuconstatar a presença de uma fase matriz 𝛾 e de carbonetos dos tipos 𝐶𝑟23𝐶6, MoC e NbC. A elaboração da curva S-N possibilitou estimar a resistência à fadiga do material como sendo aproximadamente 255 MPa. As superfícies de fratura foram observadas utilizando a técnica de microscopia eletrônica de varredura, com o intuito de investigar os efeitos produzidos pelas trincas de fadiga. Foram constatadas as presenças de marcas de praia e estrias, características típicas do processo de fadiga.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2345599 - BISMARCK LUIZ SILVA
Externo à Instituição - JORGE MAGNER LOURENÇO - IFRN
Interno - 1938946 - NICOLAU APOENA CASTRO
Presidente - 1350249 - RUBENS MARIBONDO DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 21/12/2016 07:45
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao