Banca de DEFESA: CAROLINE GOMES MOURA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINE GOMES MOURA
DATA: 25/06/2015
HORA: 10:30
LOCAL: Setor IV
TÍTULO:

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE PSFC (Pr0.5Sr0.5Fe1-xCuxO3-δ, sendo x=0,2 e x=0,4) PARA APLICAÇÃO COMO CATODO DE CÉLULAS A COMBUSTÍVEL DE ÓXIDO SÓLIDO



PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: catodo; células a combustível; método dos citratos; refinamento Rietveld; PSFC; óxido misto; espectroscopia de impedância;


PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Cerâmicos
RESUMO:

O PSFC (Pr0.5Sr0.5Fe1-xCuxO3-δ) é um novo óxido misto com estrutura perovskita que vem sendo estudado para aplicação como catodo de células a combustível de óxido sólido de temperatura intermediária (600-750ºC), principalmente devido a sua elevada condutividade iônica e eletrônica abaixo de 800ºC. Neste trabalho, pós de PSFC com duas composições diferentes (Pr0,5Sr0,5Fe0,8Cu0,2O3-PSFC5582 e Pr0,5Sr0,5Fe0,6Cu0,4O3-PSFC5564) foram sintetizados pelo método dos citratos utilizando uma nova rota. Os pós obtidos foram caracterizados por análise térmica (Termogravimetria e Calorimetria Diferencial Exploratória), e os materiais calcinados a 800, 900 e 1000 ºC por 5h foram analisados por difratometria de raios X (DRX), com refinamento Rietveld dos dados de difração e dilatometria. Filmes de composição PSFC5582 foram obtidos por serigrafia do pó calcinado a 1000°C. Os filmes foram depositados em substrato de céria dopada com gadolínia (CGO) e sinterizados a 1050 °C por 2h. O desempenho eletroquímico dos eletrodos foi avaliado por espectroscopia de impedância e a interface eletrodo/eletrólito foi observada por microscopia eletrônica de varredura (MEV). A resistência específica por área (ASR) foi 0,44 Ω.cm² a 800°C, um valor pouco inferior aos reportados na literatura para catodos contendo cobalto. Os coeficientes de expansão térmica (CET) do PSFC de ambas as composições variaram entre 13 e 15 x 10-6 ºC-1, numa faixa de temperatura de 200 a 650°C, demonstrando a boa compatibilidade térmica destes catodos com eletrólitos de CGO (CET = 12 x 10-6 °C).

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 035.017.894-16 - AURISTELA CARLA DE MIRANDA - UFRN
Externo à Instituição - DANIEL ARAÚJO DE MACEDO - UFPB
Externo à Instituição - FLÁVIA DE MEDEIROS AQUINO - UFPB
Presidente - 1350249 - RUBENS MARIBONDO DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 25/06/2015 09:23
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao