Banca de DEFESA: TARCÍSIO SANTIAGO GOMES FILHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TARCÍSIO SANTIAGO GOMES FILHO
DATA: 29/05/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do LABCIM - UFRN
TÍTULO:

FORMULAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE COMPÓSITOS CIMENTÍCIOS LEVES APLICADOS A SILOS PREFABRICADOS


PALAVRAS-CHAVES:

Concreto estrutural leve, concreto estrutural leve reforçado com fibras, permeabilidade, argila expandida, fibras de polipropileno, fibras de aço.


PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
RESUMO:

Resumo: A crescente demanda por gêneros alimentícios vem fazendo com o que haja a necessidade de se manter uma quantidade mínima sempre a disposição para consumo. Uma das maneiras de se garantir esta disponibilidade de alimentos é fazendo o armazenamento dos mesmos, muito embora a necessidade do armazenamento de alimentos seja empírica aos seres humanos, deve-se sempre observar as condições às quais eles estarão expostos, uma vez que sob condições inadequadas, grãos e outros alimentos podem apresentar degradação acelerada. Uma das diversas formas conhecidas de armazenamento é através de silos. Os silos podem ser fabricados com materiais diversos como madeira, aço ou mesmo o concreto leve. O concreto leve difere do concreto convencional pela reduzida massa específica aparente e bom isolamento térmico, propriedade que tende a causar melhoria nas condições de armazenamento de grãos, quando utilizado para esta destinação. Com o objetivo de se chegar a sistemas construtivos que minimizem as perdas em decorrência de armazenamento deficiente, ao longo do desenvolvimento deste trabalho estudou-se a influencie da adição de fibras de polipropileno e fibras de aço à massa de concreto leve, como agregados graúdos, foram utilizadas duas graduações de argila expandida. Ao longo da pesquisa pode-se perceber que os compósitos fabricados com a combinação das duas fibras, sendo FP em seu teor mínimo (0,1 %) e FA em seu teor máximo (0,9 %), apresentaram os maiores de valores de suas propriedades mecânicas, enquanto a combinação com teor máximo de FP (0,4 %) e teor mínimo de FA (0,6 %), apresentou redução de suas propriedades mecânicas, mas em compensação houve redução dos valores obtidos nos testes de absorção, índice de vazios e porosidade total dos corpos de prova, que resulta em aumento na durabilidade do concreto.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDREZA KELLY COSTA NOBREGA - UFERSA
Presidente - 1298936 - ANTONIO EDUARDO MARTINELLI
Interno - 6347420 - MARCUS ANTONIO DE FREITAS MELO
Externo ao Programa - 347288 - MOACIR GUILHERMINO DA SILVA
Notícia cadastrada em: 21/05/2015 08:52
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao