Banca de DEFESA: KEITE ANNY ROCHA AVELINO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KEITE ANNY ROCHA AVELINO
DATA: 29/11/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aula PPGCEM
TÍTULO:

Estudo da potencialidade da incorporação de resíduo de granito e da queima da casca do café em cerâmica vermelha.


PALAVRAS-CHAVES:

Rejeito de granito, cinza da casca do café e cerâmica vermelha.


PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

A produção industrial de rochas ornamentais e a queima da casca do café geram resíduos que são descartados no meio ambiente. Porém, com o estudo da incorporação destes resíduos em produtos cerâmicos, poderá ser encontrada uma alternativa para a redução dos impactos ambientais e efeitos danosos à saúde humana causados pelo seu descarte indiscriminado na natureza. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo estudar a adição de cinzas da casca do café e resíduo de granito na argila usada para a produção de cerâmica vermelha. As matérias-primas foram moídas a seco e peneiradas na malha 100 mesh. Para caracterizar as matérias-primas foram realizadas as análises de difração de raios X (DRX), fluorescência de raios X (FRX), análise granulométrica (AG), análise térmica diferencial (DTA) e análise termogravimétrica (TG). Foram preparadas seis formulações onde o teor de argila foi mantido constante (70% em peso) e os teores de cinzas e de resíduo de granito variaram de 10, 15, 20 e 30%. Foram realizadas análises dilatométricas em quatro formulações selecionadas, contendo elas: 100% argila (A100); 70% argila e 30% cinza (A70C30); 70% argila e 30% resíduo de granito (A70G30); e 70% argila, 15% resíduo de granito e 15% cinza (A70G15C15). As amostras foram confeccionadas por compactação uniaxial com pressão de 25 MPa, e queimadas às temperaturas de 800ºC, 850ºC, 900ºC, 950ºC, 1000ºC e 1100ºC. Foram realizados ensaios para determinar a retração linear de queima (RLq), absorção de água (AA), porosidade aparente (PA), massa específica aparente (MEA) e tensão de ruptura a flexão (TRF). Foram realizadas também análises de difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura (MEV) das amostras queimadas. As formulações com incorporação de resíduo de granito e/ou cinza alcançaram os limites exigidos de absorção de água segundo as normas NBR 15270-1 e 15310 e de tensão de ruptura à flexão segundo a literatura clássica (SANTOS, 1989), necessários para a produção de telhas e blocos cerâmicos para alvenaria de vedação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRANCISCO CANINDE CAMILO DA COSTA - IFRN
Externo ao Programa - 2331385 - JAQUELIGIA BRITO DA SILVA
Externo à Instituição - ROSANE MARIA PESSOA BETANIO OLIVEIRA - UFPA
Presidente - 1149564 - WILSON ACCHAR
Notícia cadastrada em: 25/11/2013 01:15
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao