Banca de DEFESA: ALISSON GOMES CALLADO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALISSON GOMES CALLADO
DATA : 18/03/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 01A - DECOM
TÍTULO:

O USO DA INTERNET EM TERRITÓRIOS RURAIS:

Midiatizações no semiárido paraibano

Os pequenos agricultores do semiárido nordestino estão a provocar uma transformação na realidade local desde que abandonaram o paradigma moderno do Combate a Seca para apostar no desenvolvimento sustentável a partir do conceito da Convivência com o Semiárido na lida com a terra. Nas últimas décadas, o mundo globalizado acompanha um crescente processo de midiatização das esferas da vida, especialmente a partir da popularização da internet e na medida em que a estrutura de acesso se expande, sociedades tradicionais até então excluídas do processo infocomunicacional, se apropriam e se aproximam da esfera pública contemporânea. Portanto, o objetivo desta pesquisa é analisar o impacto das midiatizações contemporâneas em territórios de exclusão infocomunicacional a partir das juventudes rurais no ciberespaço. Como ferramenta metodológica, partimos dos pressupostos da abordagem pragmatista da comunicação relacional (FRANÇA, 2016) orientado por uma pesquisa empírica das transformações midiáticas (BONIN, 2016) de caráter quantitativo e qualitativo em territórios do agreste, cariri e seridó paraibano. Assim, identificou-se um crescimento gradual do rural digitalizado e o impacto cultural rurbanizando os hábitos das juventudes rurais, apesar das poucas políticas e ações comunicativas voltadas ao digital no conjunto de articulações, redes e movimentos sociais que atuam no semiárido com os jovens.


PALAVRAS-CHAVES:

Convivência com o Semiárido. Midiatização. Habitus.


PÁGINAS: 155
RESUMO:

O uso da internet em territórios não-urbanos ainda é visto por parte da população como algo precário e exótico. Comunidades tradicionais, especialmente, camponeses, quilombolas e indígenas já convivem há algum tempo com esta realidade. E, de acordo com o objetivo identitário/territorial pretendido, a comunicação nos espaços virtuais pode ser apropriada para representar um protagonismo inédito. Nas últimas décadas, os sujeitos rurais nordestinos atravessam uma transição paradigmática epistemológica ao empoderar os camponeses da região em conduzir seu próprio destino através da política territorial de convivência com o semiárido. O objetivo desta pesquisa é identificar nos territórios rurais do semiárido paraibano, na região do Cariri Oriental, com o Coletivo Casaco, de que forma a primeira geração digital se apropria das tecnologias de comunicação e informação. Para tanto, iremos conduzir uma leitura teórica inserido o paradigma territorial no contexto da globalização, a midiatização nos territórios rurais historicamente excluídas do processo infocomunicacional e por fim, através do conceito de habitus de Bourdieu, como e se este paradigma produz sentido nos jovens rurais e reflete nas práticas sociais em seus territórios.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2178719 - MARCELO BOLSHAW GOMES
Interno - 1319361 - JUCIANO DE SOUSA LACERDA
Externa à Instituição - SANDRA RAQUEW DOS SANTOS AZEVÊDO - UFPB
Notícia cadastrada em: 22/02/2019 11:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao