Banca de DEFESA: MARIA CLARA BEZERRA DE ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA CLARA BEZERRA DE ARAÚJO
DATA: 22/04/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório "A" - CCHLA
TÍTULO:

Fanfictions como redes de sociabilidade: afeto, mídia e futebol em histórias inspiradas no jogador David Luiz


PALAVRAS-CHAVES:

Fanfictions, Cultura de fãs, David Luiz, Futebol, Narrativas, Mediações


PÁGINAS: 140
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
SUBÁREA: Teoria da Comunicação
RESUMO:

A fim de entender melhor as motivações para a transformação da vida de uma pessoa real, destaque na mídia, em ficção, este trabalho faz a análise qualitativa de duas fanfictions do jogador de futebol brasileiro David Luiz, como também das entrevistas aplicadas às autoras responsáveis pelas histórias. Também chamadasfanfics ou simplesmente fics, são ficções ligadas a expansões de universos narrativos criadas por fãs envolvidas em contextos de convergência midiática (JENKINS, 2009; 2012). Publicadas de forma integral no site Social Spirit, Diário de uma Iniciante em Copa do Mundo e sua continuação, Diário de uma Iniciante em Champions League, constroem a narrativa ficcional de uma jornalista, Fernanda Moraes, que, devido ao seu trabalho na cobertura da Copa do Mundo 2014, envolve-se amorosamente com David Luiz, atuante na competição. As histórias se espalham por diferentes espaços virtuais de interação, o que aponta para a ideia de obras em andamento de Busse e Hellekson (2006) sobre as fanfics. Além disso, percebemos que não são apenas as narrativas que se expandem nesses espaços, mas o contato das leitoras também fãs do jogador com as competições esportivas às quais os enredos se referem, citadas como produtos transmídias (COSTA, 2015). Desse modo, através da análise do conteúdo (BARDIN, 1977; BAUER, 2012) das narrativas e das entrevistas aplicadas, constatamos que não foi unicamente o interesse de fã pelo jogador que motivou a escrita das fics, mas pelo próprio mundo do futebol, pelas fanfictions em si e pelos espaços de interação com as leitoras. As fanfics estudadas são entendidas como mediações entre ficção e realidade e nos levam a abordar a ideia de narrativas pessoais midiatizadas (ESCOSTEGUY, 2011) e a problematizar por meio delas a consideração de Silverstone (1999) sobre a onipresença da mídia nas nossas vidas cotidianas. Assim, discutimos as relações entre fanfic, cultura de fãs, mídia e narrativas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1460107 - KENIA BEATRIZ FERREIRA MAIA
Interno - 1645961 - ALLYSON CARVALHO DE ARAUJO
Externo à Instituição - ADRIANA DA ROSA AMARAL - Unisinos
Notícia cadastrada em: 30/03/2016 08:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao