Banca de QUALIFICAÇÃO: LEONILDO FERNANDO BENJAMIM

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEONILDO FERNANDO BENJAMIM
DATA : 24/10/2022
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 511 DGE/CCHLA
TÍTULO:

Turismo como vetor do desenvolvimento no Município de Inhambane (Moçambique) – entre mitos e verdades


PALAVRAS-CHAVES:

Turismo. Desenvolvimento. Pobreza. Comunidades locais. Município de Inhambane


PÁGINAS: 148
RESUMO:

O principal objetivo desta pesquisa é trazer à tona os “mitos e verdades” no âmbito da crença economicista do turismo contribuir para o desenvolvimento proporcionando o bem-estar e elevação da qualidade de vida especialmente das comunidades locais dos destinos turísticos – no caso vertente do Município de Inhambane (MI) em Moçambique. Do ponto de vista metodológico, na 1a fase, designada planificação da pesquisa, está sendo efetivada a pesquisa bibliográfica e documental, definição e operacionalização das variáveis da pesquisa, observação e entrevistas preliminares exploratórias basicamente para problematizar e definir um quadro teórico que norteará toda pesquisa, serão definidos os instrumentos de coleta de dados, nomeadamente os inquéritos por entrevista para as comunidades locais através de 04 grupos focais, para as, Direção Provincial de Cultura e Turismo, Vereação do Turismo e Associação Provincial de Hotelaria e Turismo; Inquéritos por questionários para os agentes e operadores turísticos. A amostragem será por julgamento de um lado e em grupos focais para contato com as comunidades, do outro, estes últimos das parias da Barra, Tofo, Tofinho e Cidade de Inhambane. Serão igualmente definidos roteiros de observação sistemática para as variáveis relacionadas com o desenvolvimento local e humano com base no turismo no MI. Na 2a fase, o trabalho de campo, serão aplicados os instrumentos de coleta de dados supracitados, auxiliados pela captação autorizada de voz e imagens. Na 3a fase serão analisados e interpretados os resultados com base na técnica principal denominada análise de conteúdo alicerçada na interpretação reflexiva e crítica; complementarmente será aplicada a tabulação e codificação, comparação do MI com outras realidades, cálculo de frequências e apresentação de gráficos, quadros e tabelas. Espera-se que a pesquisa traga resultados sobre os mitos e a realidade sobre o contributo do turismo na melhoria do bem-estar e elevação do nível de vida das comunidades do MI. Para tal, será feita a caraterização das dinâmicas do turismo para aferir o nível atual da oferta turística geral no MI; vai-se apurar a existência e aplicabilidade de políticas públicas do turismo na promoção do desenvolvimento no MI;  e deseja-se perceber se as comunidades locais participam ativamente nos negócios turísticos e no sistema de tomada de decisões no geral, para fazer as escolhas mais importantes que possam melhorar a sua vida. Uma vez que, a partir da fé generalizada de que o turismo contribui para o desenvolvimento através da geração de trabalho e renda, efeito multiplicador, estímulo à micro, pequenas e médias empresas etc., acaba-se deixando à margem, a qualidade e sustentabilidade desse emprego às vezes sem vínculo legal, a geração de renda devido à sazonalidade e sustentabilidade do turismo,  a equidade e a integração socioeconômica; também, verifica-se a marginalização das vozes locais na participação das decisões importantes e nas escolhas que proporcionem conforto socioeconômico, contrastando com o conceito de desenvolvimento. Assim, é dentro desta incerteza, que pretendemos apurar os mitos e verdades sobre este dilema no MI.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2346233 - FRANCISCO FRANSUALDO DE AZEVEDO
Interna - 1149402 - MARIA APARECIDA PONTES DA FONSECA
Externo à Instituição - MARIA GORETTI TAVARES DA COSTA - UFPA
Externa à Instituição - MOEMA HOFSTAETTER
Notícia cadastrada em: 20/10/2022 17:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao