Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNO CÉSAR CORREIA TENÓRIO CAVALCANTI

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BRUNO CÉSAR CORREIA TENÓRIO CAVALCANTI
DATA : 07/12/2021
HORA: 16:00
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/lissa
TÍTULO:

AS VANTAGENS COMPETITIVAS TRANSITÓRIAS EM HOTÉIS DE REDE INTERNACIONAL: PADRONIZAÇÃO DOS SERVIÇOS NO CONTEXTO DA HOSPITALIDADE BRASILEIRA 



PALAVRAS-CHAVES:

Vantagem competitiva transitória; Padronização dos serviços; Hospitalidade brasileira; Hotéis de rede internacional. 


PÁGINAS: 109
RESUMO:

A hotelaria, termo que engloba todo o serviço de hospedagem, assume um papel significativo no setor do turismo, visto que é parte essencial da experiência de viagem dos hóspedes. A partir da análise da atividade de acomodação, percebe-se que pontos tangíveis e intangíveis influenciam na qualidade do serviço prestado pelos empreendimentos, o que reflete diretamente não apenas na avaliação do setor; mas, também, na escolha do destino da viagem. Entre os aspectos intangíveis, a hospitalidade é um fator determinante para a excelência e para o posicionamento de um meio de hospedagem, pois o serviço fornecido precisa ser, simultaneamente, eficaz, eficiente e humanizado. Logo, ao atingir essas três dimensões, o hotel desenvolve mais chances de obter sucesso em um ambiente altamente competitivo. Nesse sentido, a hospitalidade pode se tornar uma vantagem competitiva transitória, principalmente porque modelos tradicionais de classificação, por exemplo, podem ser compreendidos como insustentáveis em meio às inovações tecnológicas da contemporaneidade. No contexto do Brasil, a hospitalidade pode se apresentar relevante, e é nessa direção que a presente pesquisa se encaminha – com o objetivo basilar de investigar a relação da padronização dos serviços de hotéis de rede internacional com a hospitalidade brasileira, na perspectiva da vantagem competitiva transitória. Para isso, foram traçados objetivos específicos a fim de sustentar a condução geral do trabalho, sendo eles: verificar como as vantagens competitivas transitórias estão inseridas em hotéis de rede internacional; contextualizar os avanços dos hotéis de rede internacional no Brasil; apresentar a padronização dos serviços na gestão hoteleira de redes internacionais; e identificar o papel da hospitalidade brasileira e da padronização de serviços como recursos para a vantagem competitiva transitória. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório de abordagem qualitativa, que visa a entrevistar pessoas que trabalharam – ou ainda trabalham – nos lugares analisados por uma temporada de no mínimo dois anos e em posição de liderança. Assim sendo, pode-se melhor compreender o processo ao longo dos últimos anos, frente ao quadro atual de constantes mudanças, inclusive diante da fase pandêmica de Covid-19. Após a coleta, os dados serão discutidos e investigados a partir de uma perspectiva teórica e empírica, com a finalidade de contribuir com o avanço da literatura sobre a vantagem competitiva transitória no contexto dos hotéis de rede internacional e da hospitalidade brasileira. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1675246 - LISSA VALERIA FERNANDES FERREIRA
Interno - 1149626 - MAURO LEMUEL DE OLIVEIRA ALEXANDRE
Externo à Instituição - MARCELO CHIARELLI MILITO - SENAC
Notícia cadastrada em: 25/11/2021 10:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao