PPGTUR/CCSA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS Telefone/Ramal: (84) 99193-6458 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgtur

Banca de DEFESA: MOEMA HOFSTAETTER

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MOEMA HOFSTAETTER
DATA : 02/07/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Google Meet: https://meet.google.com/hrc-kgqj-pdd
TÍTULO:

TURISMO E PARQUES EÓLICOS NO LITORAL NORTE POTIGUAR: ESPAÇOS DE VALORIZAÇÃO DO CAPITAL E DO APROFUNDAMENTO DAS VULNERABILIDADES.


PALAVRAS-CHAVES:

Turismo, Parques Eólicos, Vulnerabilidades, Desenvolvimento Territorial, Planejamento. 


PÁGINAS: 344
RESUMO:

No transcorrer do desenvolvimento desta tese, realizou-se uma investigação problematizadora do processo de desenvolvimento territorial a partir da chegada do turismo e dos parques eólicos, compreendidos como novos vetores globais de mudanças, no estado do Rio Grande do Norte, região Nordeste do Brasil. A partir da revisão da literatura, observou-se a inexistência de estudos que interseccionassem estes dois vetores e que aprofundassem a reflexão das suas relações com a manutenção das vulnerabilidades, impeditivas de um efetivo desenvolvimento das potencialidades territoriais. Partindo-se desta constatação, definiu-se investigar qual a interferência e a relevância destes vetores globais de mudanças no agravamento das vulnerabilidades já existentes, particularmente nos municípios de São Miguel do Gostoso e Rio do Fogo, no litoral norte potiguar, com base no pressuposto de que estes vetores agudizam a vulnerabilidade, impondo novas lógicas no processo de reestruturação produtiva cujas implicações e nexos explicativos se dão numa perspectiva multiescalar. Em termos metodológicos, o presente estudo constituiu-se em uma pesquisa interdisciplinar, rompendo com a fragmentação disciplinar da ciência, numa tentativa da compreensão do todo, identificando-se, majoritariamente, com a metodologia qualitativa. Realizou-se pesquisa descritiva, interpretativa, bibliográfica e de campo. O universo da pesquisa de campo foi composto por uma amostra da população. Para sua realização, ela contou com i) aplicação de questionário (presencial e online); ii) realização de grupos focais (presencial e online) e, iii) realização de entrevistas semiestruturadas (presencial e online). A pesquisa bibliográfica acessou diversos artigos a partir da utilização da ferramenta Knowledge Development Process - Constructivist (Proknow-C). Do ponto de vista da técnica de pesquisa e modelo de análise foi utilizada, na etapa empírica, a triangulação de métodos, com ênfase na Análise de Conteúdo, porcentagem e interpretação. Para auxiliar na visualização das informações e dados foram utilizadas figuras, gerados mapas e gráficos. A partir da compreensão inicial do lugar da fala da pesquisadora na tese, da elaboração do referencial teórico, da análise dos dados oficiais disponíveis e, da análise dos dados empíricos coletados na pesquisa de campo, os resultados observados permitiram a confirmação das hipóteses. Afirma-se que os vetores de desenvolvimento (o turismo e os parques eólicos) servem ao sistema capitalista e, portanto, reproduzem as relações de produção capitalista, fragmentando os lugares, apropriando-se dos espaços de forma desigual e combinada, através do seu uso seletivo, gerando mais desigualdades e aprofundando as vulnerabilidades já existentes, através da exclusão e da desapropriação das populações originárias dos seus territórios, de modo particular onde ambos se hegemonizam, especialmente enquanto propositores do crescimento econômico, com consequências que ampliam um processo de desenvolvimento econômico e social desigual. Afirma-se que o desenvolvimento de um território passará a ser uma realidade, na relação possibilidade-efetividade, quando houver interação dinâmica e criativa entre as capacidades das pessoas da localidade, as oportunidades do entorno e os recursos disponíveis e que o esforço e o entusiasmo do local têm um potencial para alterar o quadro de vulnerabilidades. Por fim, são apresentadas recomendações para uma mudança de caminho em busca de um efetivo desenvolvimento territorial, com potencial para o rompimento do ciclo de aprofundamento das vulnerabilidades.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2346233 - FRANCISCO FRANSUALDO DE AZEVEDO
Interna - 1149402 - MARIA APARECIDA PONTES DA FONSECA
Externa ao Programa - 2344954 - LUZIENE DANTAS DE MACEDO
Externo à Instituição - JEFFER CHAPARRO MENDIVELSO
Externo à Instituição - ENRIQUE VIANA SUBERVIOLA
Externa à Instituição - MARÍLIA NATACHA DE FREITAS SILVA - UNIR
Notícia cadastrada em: 28/06/2021 10:03
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao