Banca de DEFESA: FRANCISCO XAVIER DA SILVA JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCISCO XAVIER DA SILVA JÚNIOR
DATA : 24/02/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Google Meet: https://meet.google.com/bup-rfqy-wkw
TÍTULO:

Arena política no campo turístico: composição, organização e reflexos do Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Natal – RN, Brasil


PALAVRAS-CHAVES:

Turismo. Arena Política. Políticas Públicas. Terminal Marítimo de Passageiros. Ribeira.


PÁGINAS: 170
RESUMO:

As discussões acerca de políticas públicas e turismo são primordiais para entender o processo de planejamento e desenvolvimento do turismo, pois são essas políticas que induzem, muitas vezes, os caminhos percorridos para o aprimoramento do turismo.  No contexto mundial, já é possível sentir reflexos negativos do modelo de desenvolvimento pensando com base no turismo para as comunidades receptoras e, com isso, gerando consequências desafiadoras. Esse movimento tem ocorrido periodicamente em centros históricos do Brasil. Todavia, programas e projetos de teor público que foram lançados desde a década de 1970 buscam oportunizar novas dinamicidades aos centros históricos brasileiros. Inseridos neste contexto urbano, os portos da região Nordeste possuem ligações históricas com as capitais de cada estado. Refletir o movimento econômico, social, político e cultural entre portos e cidades é pensar como as cidades desenvolveram-se sob o entorno dos terminais marítimos. Alinhado as políticas brasileiras supracitadas e com o advento da Copa do Mundo FIFA 2014, teve-se nas cidades de Natal, Salvador, Fortaleza e Recife a implantação dos Terminais Marítimos de Passageiros – TMPs, nos portos. Os TMPs surgem na tentativa de proporcionar uma nova dinâmica para o turismo e entorno, abrangendo-o para além do embarque e desembarque de passageiros por via marítima. Para a análise toma-se o bairro da Ribeira e em específico o TMP do Porto de Natal, para retratar um início de relações mais intrínsecas entre os indivíduos que se somam na arena política, visto que as políticas de revitalização de centros históricos com zona portuária ganham visibilidade ao notar-se essa zona como um potencial para o desenvolvimento social e sobretudo, turístico. Assim, o objetivo desta pesquisa é compreender a constituição da(s) arena(s) política(s) definida(s) para construção e operacionalidade do Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Natal. As técnicas de pesquisa utilizadas nesta pesquisa são a aplicação da teoria de Offe (1981) no que diz respeito a concepção de uma arena política, bem como a análise de discurso proposta por Pêcheux (1997), tendo o lugar dos sujeitos entrevistados no enredo de suas falas, seus contextos, suas ideologias. Buscou-se, em mesma medida, na teoria de Bourdieu (1989, 2004, 2007, 2011, 2019) o entendimento do habitus e campo dos agentes sociais envoltos no processo de construção da arena política do TMP. Ademais, também o issue-attention cycle de Downs (1972) para entender o processo de implementação e execução da política pública de inserção do TMP no Porto de Natal. Além da teoria sobre violência especializada de Lindón (2008, 2008a), para compreender o processo de desvalia do bairro da Ribeira em conexão com o TMP. Com isso, concluímos que é necessário transcender o entendimento de turismo por parte do poder público, devendo encará-lo como um fenômeno complexo e dinâmico que abarca diversos agentes no processo de planejamento e execução. Observamos ainda que os agentes que são envolvidos nas arenas que provinham do TMP, encontram-se aleatórios no campo, com poucas conexões, porém com ideologias aproximadas. Também, como impacto do processo de desvalia do bairro da Ribeira, se averiguou que o TMP se encontra isolado no contexto do bairro e a maioria dos atrativos do circuito histórico está em péssimas condições de limpeza, manutenção e acesso e não possuem equipamentos de segurança.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - MARÍA VELASCO GONZÁLEZ - UCMADRID
Externo ao Programa - 1691682 - MARCELO DA SILVA TAVEIRA
Interno - 2578221 - MOZART FAZITO REZENDE FILHO
Presidente - 2806096 - WILKER RICARDO DE MENDONCA NOBREGA
Notícia cadastrada em: 01/02/2021 10:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao