Banca de DEFESA: ORLANDO MIGUEL PESTANA ALCOBIA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ORLANDO MIGUEL PESTANA ALCOBIA
DATA : 29/01/2021
HORA: 10:00
LOCAL: Google Meet: meet.google.com/gmc-upvo-cyk
TÍTULO:

Turismo e Desenvolvimento Social: Proposta de Modelo de Gestão de Impactes dos Empreendimentos Hoteleiros (Inhambane - Moçambique)


PALAVRAS-CHAVES:

Hotelaria; Globalização Turística; Desenvolvimento Social; Modelo de Gestão de Impactes.


PÁGINAS: 386
RESUMO:

A expressiva massificação da atividade turística, ao longo das últimas décadas, tem feito deste setor econômico um dos mais pujantes a nível global. No entanto, desafortunadamente e em incontáveis situações, o desenvolvimento turístico dos territórios não tem resultado num efetivo desenvolvimento social das comunidades receptoras. Atendendo a esta realidade, vários têm sido os modelos de avaliação do impacte social elaborados pela comunidade acadêmica, com o intuito de maximizar o contributo social dos diversos players turísticos. Não obstante esse esforço, as dificuldades inerentes à compreensão e medição dos impactes sociais da atividade turística, assim como a postura neoliberal da maioria dos seus agentes econômicos, têm dificultado o sucesso da implementação prática de tais modelos. Neste contexto, esta tese propõe um Modelo de Gestão do Impacte Social dos Empreendimentos Hoteleiros, o modelo SIM Hotel, capaz de ser ajustável ao contexto geográfico e às diferentes classificações hoteleiras. Para isso, faz-se necessária a compreensão do fenômeno da globalização do mercado turístico e hoteleiro, entender o papel do Estado no desenvolvimento turístico dos territórios, perceber as bases conceituais da práxis do desenvolvimento social e, por último, explorar os modelos de avaliação de impacte social e os protocolos de avaliação da atividade hoteleira existentes no mercado. Como laboratório empírico, foi selecionado um dos mais proeminentes destinos turísticos moçambicanos, o município de Inhambane. Metodologicamente, segue-se o modelo de análise proposto por Aledo e Domínguez- Gómez que, assente num paradigma construtivista, divide a pesquisa de campo em três momentos-chave: Estudo de Base, Análise de Stakeholders e Identificação e Avaliação dos Impactes. Neles, são entrevistados e inquiridos, os empresários/diretores do setor hoteleiro, integrantes de quinze grupos sociais impactados pelas suas operações, nove instituições governamentais e ainda outros representantes de associações e estabelecimentos de ensino locais. Sob os valores associados às teorias de desenvolvimento de Midgley e de Max-Neef, observa-se que, apesar do forte impacte do setor hoteleiro na empregabilidade local, o seu contributo para as outras esferas do desenvolvimento social é pouco profícuo. Laivos de precariedade laboral, escassa assunção da responsabilidade social corporativa, falta de cooperação com as instituições locais, posturas ambientais errôneas e pouco comprometimento para melhorar as infraestruturas de bem-estar municipais, são alguns dos problemas detectados. Ao mesmo tempo que se apresenta um instrumento de avaliação do impacte social de cada empreendimento hoteleiro e sugere-se estratégias para a implementação do modelo SIM Hotel, conclui-se que, apesar dos avultados esforços financeiros requeridos, este pode ser bastante frutuoso para o município. No entanto, para sua efetiva implementação, urge normalizar as relações institucionais entre as empresas hoteleiras e as instituições governamentais, garantindo um diálogo institucional respeitoso e confiável. Fóruns de auscultação comunitárias e políticas de transparência são também fundamentais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOÃO ANTONIO DOS REIS
Externa à Instituição - MARIA ALEXANDRA PATROCÍNIO RODRIGUES GONÇALVES - UdA
Interna - 1675246 - LISSA VALERIA FERNANDES FERREIRA
Interna - 1372521 - MARIA VALERIA PEREIRA DE ARAUJO
Presidente - 1149626 - MAURO LEMUEL DE OLIVEIRA ALEXANDRE
Externo à Instituição - NUNO SILVA GUSTAVO
Notícia cadastrada em: 14/01/2021 10:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao